Menu
Busca sexta, 20 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Governo Segurança
Geral

Jornalista Moacir de Castro morre após problemas cardíacos

Velório está previsto para iniciar às 20h, no Memorial Park

19 agosto 2019 - 13h34Joilson Francelino

O jornalista Moacir de Castro Jorge, 65 anos, morreu nesta segunda-feira (19), dias depois de passar por procedimento cirúrgico no coração. Ele estava internado no Hospital Poncor, em Campo Grande.

Samir Henrique, filho do jornalista escreveu em sua rede social que seu pai passou mal no dia 29 de julho e foi encaminhado as pressas para a unidade hospitalar. “Foram oito horas de cirurgia e houveram algumas complicações. Numa dessas complicações os médicos tiveram que fazer alguns procedimentos e ele ficou algum tempo sem sinais vitais”, disse. O filho esperava pela recuperação do pai, mas ele não resistiu e morreu por volta das 10h30 desta manhã.

Nas redes sociais, amigos e familiares lamentam a morte de Moacir. Ao JD1 Notícias, o presidente da Fertel, jornalista Bosco Martins, falou sobre a perda do amigo de décadas. “O conheci quando cheguei a Campo Grande, trabalhamos juntos e todo o reencontro era recheado de boas risadas. Era um bom contador de histórias”, relembrou.

Em quase 45 anos de profissão, Moacir passou por importantes veículos de comunicação de Campo Grande. No currículo, o jornalista tinha passagens pela TV Morena, Correio do Estado, TV Campo Grande, Diário da Serra, Jornal da Manha, fundador do Jornal do Brasil Central, assessorias da prefeitura de Campo Grande, Governo do Estado e Assembleia Legislativa. A última atuação de Moacir foi no jornal Campo Grande Urgente, como diretor-executivo.

Em nota, a Subsecretaria de Comunicação do Governo do Estado, publicou nota de solidariedade para a família e amigos do jornalista Moacir de Castro Jorge, que faleceu na segunda-feira (19), em Campo Grande. "Moacir era um profissional experiente e querido pelos colegas, com passagem por várias redações, ele atuou também na Comunicação do Estado na década de 1990", publicou.

Houve alteração no horário e local do velório e sepultamento. O velório acontece na Pax Real, na Vila Bandeirantes e o sepultamento será às 13h30, no cemitério Santo Antônio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Adolescente desaparecida volta para casa
Geral
Gambá é resgatado de incêndio na capital
Geral
UFMS oferecerá 5.220 vagas para os 116 cursos do câmpus
Geral
"Morar Legal", programa renegocia dívidas junto a Agehab
Geral
Reincidente em infrações, Atacadão é autuado novamente pelo Procon
Geral
Ponte desaba em rio e motorista de caminhão fica ferido
Geral
Homem morre após facada no peito
Geral
Sexta-feira começa sem atrasos e cancelamentos no aeroporto
Geral
Pedro Chaves lança livro ‘Refletindo Sobre o Brasil’
Geral
Maçons são homenageados na Câmara por atuação na capital

Mais Lidas

Cidade
Mais dois radares na Afonso Pena começam a multar
Polícia
Para fazer ex-mulher sofrer, pai mata filho de 2 anos afogado em bacia
Internacional
Tragédia – Incêndio em escola mata 263 alunos e 2 professores
Polícia
Assassino de Ronaldo assume quatro homicídios da década de 80