Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021
(67) 99647-9098
TJMS - maio21
Geral

Justiça proíbe Correios de descontar salário de grevistas

03 outubro 2011 - 15h55Arquivo

O desembargador Macedo Caron, do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10), que engloba Brasília e o Tocantins, proibiu os Correios de descontar o salário dos trabalhadores que estão em greve. A decisão foi tomado na sexta-feira (30) pelo magistrado e cassa entendimento da juíza substituta da 3ª Vara de Trabalho de Brasília, que não impediu que a ECT cortasse os vencimentos.

De acordo com o desembargador, a Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) determinou a suspensão do pagamento dos grevistas sem negociação prévia e sem levar em conta que o salário tem natureza alimentar. Para Caron, isso foi uma "verdadeira pressão para que os grevistas voltem ao trabalho, resultando em efetiva afronta ao próprio direito de greve".

O desembargador acredita que há possibilidade de uma solução menos prejudicial para ambas as partes, como o desconto mais ameno dos dias parados ou a compensação com horas trabalhadas. Além de proibir a suspensão do salário até o fim do movimento grevista, ele determina que haja devolução dos valores já debitados em folha suplementar, sob pena de multa.

Ainda cabe recurso ao Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Audiência no TST

Nesta terça-feira (4), o TST (Tribunal Superior do Trabalho) vai realizar uma audiência para decidir sobre a continuidade da greve dos funcionários dos Correios. A paralisação já chegou a 18 dias.

A reunião é a primeira etapa de um procedimento com o objetivo de estabelecer um acordo no âmbito judicial. Sem consenso, o caso pode ir a julgamento.

Ao longo desta semana, não houve avanço nas negociações entre representantes dos funcionários e a direção da empresa.

Genetica 1

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Mãe de Henry continuará em cela isolada, ela alega "temer pela vida"
Saúde
Covid-19: Governo compra 100 milhões de doses da vacina da Pfizer
Geral
AO VIVO: Busca pela segunda dose é baixa nesta sexta
Brasil
Depois de 16 anos na Record, jornalista Carla Cecato é demitida por e-mail
Brasil
Maioria do STF vota a favor da obrigação do governo de realizar Censo em 2022
Geral
Cancelamento: passageiros reclamam e motoristas justificam
Geral
Juliette não renova com a Globo e pode aceitar outras propostas
Saúde
Novo lote com 13 mil doses chegou hoje em MS
Saúde
Butantan entrega 1,1 milhão de doses e paralisa produção de vacinas
Geral
Consórcio Brasil Central autoriza importação da vacina Sputnik V

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio