Menu
Busca domingo, 24 de maio de 2020
(67) 99647-9098
TJ MS maio20
Geral

Mais de R$ 1 milhão é pago pelo TCE-MS a conselheiros

De janeiro a fevereiro de 2019, juntos, sete conselheiros de Contas de Mato Grosso do Sul receberam R$ 1,4 mi

22 abril 2019 - 13h50Graziella Almeida

Em matéria divulgada pelo Estadão nesta segunda-feira (22), o jornal eletrônico apontou que sete conselheiros do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul receberam, juntos, R$ 1,4 milhão de janeiro a fevereiro. 

Conforme o jornal, o montante é composto pela remuneração básica bruta total de R$ 557.566,61 e por "outros pagamentos legais ou judiciais" que alcançam R$ 919.588,44. Não recai sobre "outros pagamentos" cobrança de imposto de renda.

O Estadão diz que o Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul informou que "outros pagamentos" são "valores legais" e estão descritos no Portal da Transparência. Segundo a Corte, as verbas ‘são temporárias e de caráter indenizatório’.

Os vencimentos dos conselheiros nos dois primeiros meses do ano foram de cerca de R$ 35,4 mil mensais para cada um. A categoria ‘outros pagamentos’ variou entre R$ 33.759,45 e R$ 74.549,31, em janeiro, e entre R$ 67.361,69 e R$ 147.802,04 em fevereiro.

O presidente do Tribunal, conselheiro Iran Coelho das Neves, foi nomeado para a Corte em julho de 2009. Em janeiro, ele recebeu R$ 74.549,31 por ‘outros pagamentos’. No mês seguinte, R$ 102.919,25.

A Corte pagou R$ 42.597,30, em janeiro, ao corregedor-geral Ronaldo Chadid sob a rubrica "outros pagamentos". Em fevereiro, o conselheiro empossado em 2012 recebeu R$ 147.802,04, o maior valor no período.

Ao vice-presidente do Tribunal, Flávio Kayatt, foram transferidos R$ 42.805,07 em janeiro e R$ 71.175,00 em fevereiro por "outros pagamentos". O conselheiro foi empossado em 2017.

Alçado ao cargo de conselheiro em 2015, o ouvidor Osmar Domingues Jeronymo recebeu R$ 37.235,31 em janeiro e R$ 136.529,69 em fevereiro.

Ao conselheiro Waldir Neves Barbosa, empossado em 2009, foram pagos R$ 33.759,45 no primeiro mês do ano e R$ 77.801,99 no segundo. Ambas as transferências a título de "outros pagamentos".
Conselheiro da Corte desde 2015, Jerson Domingos recebeu verbas de R$ 38.991,75 em janeiro e de R$ 67.361,69 em fevereiro.

A Marcio Monteiro, empossado em 2017, foram pagos R$ 39.392,88 no início do ano e R$ 67.762,82 no segundo mês de 2019.

Em contato com a assessoria de comunicação do TCE-MS, foi reforçado ao JD1 Notícias, o mesmo posicionamento dado ao Estadão que os valores “são verbas legais, estão descritas no Portal da Transparência, são temporárias e de caráter indenizatório”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Correios serão opção para fazer cadastro para auxílio emergencial
Geral
Riedel lança e inaugura obras no interior
Geral
Alcione, Sambô, Projota e outros artistas animam o domingo em lives
Geral
Filho de Bolsonaro termina namoro com influenciadora ex de Eduardo Costa
Geral
Homem morre após rolo compressor passar por cima da barriga dele
Geral
“É mais fácil o MS fechar que a Casa China”, diz diretor do Shopping China
Geral
Estão liberadas as realizações de vistoria de identificação veicular
As vistorias deverão ocorrer fora das instalações das empresas credenciadas
Geral
Caixa abrirá até 12h para pagamento do auxílio emergencial neste sábado
Geral
Caixa abrirá 12 agências para saque do auxílio neste sábado no MS
Geral
Mega-Sena pode sortear prêmio acumulado de R$ 5,5 mi neste sábado

Mais Lidas

Polícia
Passageira trans diz ter sido puxada pelos cabelos e chama motorista de covarde
Polícia
Homem é preso com quase 400 kg de maconha que iriam para São Paulo
Polícia
Assessor de Trump diz que EUA devem barrar voos do Brasil
Saúde
Secretário de vigilância pede demissão do Ministério da Saúde