Menu
Busca sexta, 07 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Geral

Mexicana da à luz sêxtuplos após ter quádruplos

14 janeiro 2013 - 10h53Enrique Castro/AFP

Uma mexicana de 31 anos deu à luz sêxtuplos na semana passada na cidade de Morelia, após passar por uma cesariana. A mulher já havia passado por uma gestação múltipla há 12 anos, quando teve quádruplos, segundo o jornal britânico “Daily Mail”.

Salud Romero teve quatro meninas e dois meninos. Os bebês estão sendo mantidos em incubadoras, e seu estado de saúde é delicado. Eles pesam entre 566 g e 910 g, e medem apenas cerca de 30 cm.

O pai das crianças, Joshua Salinas, de 21 anos, afirmou que o casal ainda não escolheu os nomes das crianças. “Estou muito feliz, mas também preocupado com a saúde deles e como iremos nos virar financeiramente”, afirmou.

Os médicos resolveram fazer uma cesariana quando Salud estava grávida de 27 semanas devido a uma anemia e um sangramento interno.

Quando teve quádruplos, há 12 anos, apenas dois dos bebês sobreviveram. Ela teve uma outra gravidez, totalizando agora nove filhos.

Via G1

Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Colisão entre moto e caminhonete mata casal na Lúdio Martins Coelho
Geral
Vídeo - Ladrão solta cachorros, invade casa, mas foge ao ver morador
Geral
Morre advogado Evandro Bandeira
Geral
Caixa faz pagamentos diferentes do auxílio hoje; veja quem recebe
Geral
Vídeo: Fiéis oram no Regional pela vida do apóstolo da El Shaddai
Geral
União reconhece situação de emergência em Corumbá e Ladário
Geral
Vídeo: Caminhoneiro é flagrado dirigindo com metade do corpo para fora
Geral
MS registra 16 mortes por Covid-19 em 24h e confirma mais 786 casos
Geral
Mãe confirma: enfermeiro não resiste e morre de coronavírus na capital
Geral
Com Covid-19, delegado de MS é transferido para o hospital Albert Einstein em São Paulo

Mais Lidas

Opinião
Para sair do lockdown tributário
Saúde
Coronavírus mata mais 23 pessoas em MS, sendo 12 na capital
Polícia
Dezenas de fuzis, pistolas e carregadores foram apreendidos pela PRF
Cidade
Após demissões e terceirização, sindicato protesta contra Energisa