Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Geral

Militares brasileiros começam a sair do Haiti

06 maio 2013 - 11h09Reprodução

O governo do Brasil começou o processo de redução do efetivo militar no Haiti. Na semana passada, cerca de 300 homens deixaram o país percorrendo o caminho de volta. De acordo com o site Agência Brasil, o Ministério da Defesa informou que o objetivo é manter um contingente de 1.450 militares brasileiros compondo a Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah).

Os cerca de 300 militares pertencem ao 2º Batalhão de Infantaria de Força de Paz (Brabat 2) e atuam no setor de engenharia. Os homens foram enviados para o Haiti a fim de apoiar as ações de reconstrução no país, atingido em janeiro de 2010 por um terremoto que destruiu prédios públicos e privados, provocou 300 mil mortos e atingiu 1,5 milhão de pessoas.

A Minustah foi criada pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas em 30 de abril de 2004, na tentativa de colaborar com o governo haitiano para a restauração da ordem no país. O Haiti sofre ainda as consequências de um longo período de instabilidade política, dificuldades econômicas e violência urbana.

A missão tem como metas estabilizar o Haiti, pacificar e desarmar grupos guerrilheiros e rebeldes, promover eleições livres, colaborar com o desenvolvimento institucional e econômico do país. Porém, diante da estabilização política e o controle da violência, a Organização das Nações Unidas trabalha para a retirada gradativa dos militares estrangeiros do Haiti.

O Ministério da Defesa informou que a retirada dos brasileiros considera o calendário da ONU para a redução do contingente militar estrangeiro no país. Em fevereiro de 2012, a presidenta Dilma Rousseff foi a Porto Príncipe, capital do Haiti. Na ocasião, ela confirmou a intenção de reduzir o número de militares.

Via Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Confira a agenda de lives para esta sexta-feira
Geral
CRMV-MS traz veterinários que atuaram em Brumadinho para ajudar no combate ao incêndio do pantanal
Geral
Covid-19: Consórcio Guaicurus reforça estudo que garante segurança no transporte
Geral
Fibra ótica interligará repartições municipais
Geral
AO VIVO - Arara recebe pintura completa, mas ainda falta sangue no Hemosul
Geral
Mega-sena acumula e apostadores concorrem a R$ 36 mi no sábado
Geral
Em pesquisa do Procon, Folha Verde é o hortifrúti com maiores preços
Geral
Estudante morre depois de procedimento estético em clínica clandestina
Geral
Aos 24 anos, morre repórter da Globo Kaio Amaral
Geral
Jovem morre após sofrer acidente de moto na "curva da morte"

Mais Lidas

Geral
Confira a agenda de lives para esta sexta-feira
Geral
CRMV-MS traz veterinários que atuaram em Brumadinho para ajudar no combate ao incêndio do pantanal
Cidade
Após 20 anos vivendo na irregularidade, 215 famílias de Bodoquena receberão título de propriedade
Justiça
Espaço de eventos indenizará em R$ 20 mil casal por falta de água durante casamento