Menu
Busca terça, 14 de julho de 2020
(67) 99647-9098
Governo coronavirus 03
Geral

Ministério da Integração e Seprotur definem metas do FCO para 2011

31 março 2011 - 09h58
Campo Grande (MS) - A Secretaria de Desenvolvimento Agrário, Produção, Indústria, Comércio e Turismo (Seprotur) e a Secretaria de Desenvolvimento do Centro Oeste, órgão do Ministério da Integração Nacional, realizaram nesta quarta-feira (30), no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, uma reunião de trabalho para debater sobre o desempenho e perspectivas do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) no Estado. O encontro entre a coordenação nacional do FCO e representantes das diversas instituições de Mato Grosso do Sul foi aberto pelo secretário adjunto da Seprotur, Paulo Engel, que apresentou as perspectivas de desenvolvimento de Mato Grosso do Sul para os próximos 4 anos e destacou o papel do FCO como instrumento de apoio. “O FCO é de fundamental importância para a viabilização de investimentos no setor produtivo do nosso Estado. Através dessa linha de crédito estamos vendo, por exemplo, o crescimento do setor industrial”. Paulo Engel também mostrou aos presentes o plano de metas para o período de 2011 a 2014 , as parcerias necessárias e os gargalos ainda existentes para alcançar essas metas. O diretor de promoção de investimentos do FCO do Ministério da Integração Nacional, Cléber Ávila, mostrou aos presentes as prioridades do fundo para 2011, entre elas , o tratamento diferenciado para tomadores de menor porte. Ávila anunciou, em primeira mão, a aprovação na última semana, de uma linha de crédito específica para os empreendedores individuais. “O acesso dessas pessoas ao crédito é de suma importância para a inclusão delas no sistema produtivo”, enfatizou. Cléber Ávila também apresentou detalhadamente os critérios adotados para a distribuição dos recursos do FCO e lembrou que Mato Grosso do Sul teve o maior índice de crescimento em volume de contratações no ano passado – 370,3%. Para 2011, os recursos alocados para o Estado, devem alcançar R$ 1,2 bilhão. As primeiras contratações do ano já atendem diversos municípios com um volume de recursos da ordem de R$ 160 milhões. O diretor de promoção e investimentos também falou sobre duas importantes novidades – a instalação da Sudeco e o Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste , o FDCO. Além do debate interno durante todo o dia de hoje, nesta quinta-feira (31) o Dirigente de Promoção de Investimentos do Ministério da Integração, Cléber Ávila, e a Coordenadora Geral do FCO, Helen Cássia, vão se deslocar entre os municípios de Campo Grande, Sidrolândia e Maracaju, visitando empreendimentos apoiados pelo Fundo no Estado. Fonte: Notícias MS
Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Prefeitura multa Consórcio Guaicurus em R$ 12 milhões
Geral
Carnaval no Rio pode acontecer só em junho
Geral
Governo amplia prazo de redução de jornada e suspensões de contratos
Geral
Orro quer proibir atos públicos para evitar aglomerações
Geral
Aos 27 anos, Adalberto perde a luta contra o coronavírus
Geral
Saque de auxílio emergencial é liberado para beneficiários do 3º lote
Geral
Mãe pede leite, remédio ou dinheiro para salvar bebê com anomalia
Geral
Funsat encaminha mulheres vítimas de violência ao mercado de trabalho
Geral
Licenciamento de veículos pode ser emitido online
Geral
Blogueira de MS afirma estar com Covid-19 e faz “recebidos” de vitaminas

Mais Lidas

Polícia
“Encontraram o monstro”, diz primo de Carla sobre assassino
Polícia
Ex-patroa é denunciada por abandono de incapaz que resultou em morte
Saúde
MP solicita inspeção em frigoríficos no interior
Polícia
Comerciante foi morta porque reconheceu voz de ex-funcionário, diz investigação