Menu
Busca sábado, 04 de abril de 2020
(67) 99647-9098
TJMS Topo
Geral

MS consegue reconhecimento da Defesa Civil Nacional para situação de emergência

24 março 2011 - 11h53
A Secretaria Nacional de Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional, reconheceu a Situação de Emergência em Mato Grosso do Sul em virtude de enchentes ou inundações graduais. A portaria com o reconhecimento, assinada pelo secretário Humberto Viana, foi publicada hoje (24) no Diário Oficial da União. Com a decisão, a secretaria acata o decreto "E" no 2, publicado pelo governador André Puccinelli no dia 11 de março e as demais informações constantes no processo preparado pelas secretarias estaduais e Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec/MS) demonstrando que as intensas chuvas provocaram o aumento dos níveis e transbordamento de rios e córregos. Como consequência, houve danos e destruição de diversas pontes e rodovias estaduais, cuja manutenção é de responsabilidade do Poder Executivo Estadual, consideradas vitais ao trânsito de pessoas e de veículos, e ao escoamento da produção agropecuária. O coordenador da Cedec, coronel Ociel Ortiz Elias, explica que o reconhecimento pela Defesa Civil nacional é fundamental para que Mato Grosso do Sul receba os recursos que estão sendo pleiteados para reconstrução. Ele acredita que até amanhã (25) deve sair a ordem bancária para pagamento dos primeiros R$ 5 milhões que o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, se comprometeu a destinar ao Estado. Além desse valor, um montante maior está sendo negociado pelo governo, considerando a necessidade de mais de R$ 110 milhões para refazer, ou restaurar pontes, bueiros e estradas na área rural. Pantanal Além do primeiro processo já enviado ao Ministério da Integração referente aos impactos das cheias em diversas regiões produtivas, a Cedec prepara um segundo dossiê, referente ao Pantanal de Corumbá. Conforme o coordenador Ociel Elias, os técnicos da Coordenaria estão elaborando a documentação, e está sendo aguardado o laudo técnico da Embrapa. O decreto de Emergência na região pantaneira da Cidade Branca foi publicado ontem pelo governador, e o prazo para envio do processo pela Cedec a Brasília é de dez dias. A Cedec espera fazer a remessa até uns dias antes desse prazo, já no início da próxima semana. O governo vai enviar a documentação pedindo o reconhecimento da condição emergencial, visando ajudar produtores rurais, especialmente da pecuária, a prorrogar ou renegociar dívidas e pleitear recursos para amenizar as perdas causadas pelas cheias. Fonte: Notícias MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Caixa lançará aplicativo para cadastro em renda emergencial na terça
Geral
Coronavírus: Casais só poderão se divorciar em junho na Rússia
Geral
Ajude a encontrá-la: Letícia Praeiro sumiu há dois dias no Cohab
Geral
Uems realizará campanha de doações à famílias vulneráveis
Geral
Detran muda calendário e prorroga o vencimento da taxa de licenciamento
Geral
Você viu Reinaldo? Idoso desapareceu de casa há cinco dias
Geral
Mistura de arroz com feijão na mesa dos brasileiros cai 40% em 15 anos
Geral
Fux suspende dívida da prefeitura do Rio com BNDES por coronavírus
Geral
Zeca Pagodinho diz estar sem paciência longe dos botequins, mas pede respeito à quarentena
Geral
Motociclista é encontrado morto depois de cair em barranco

Mais Lidas

Política
"Médico não abandona paciente", diz Mandetta ao ser questionado se deixará cargo
Saúde
MS registra 62 casos de coronavírus
Polícia
Após seis boletins contra ex-marido, mulher é morta com tiro na cabeça
Geral
Caixa lançará aplicativo para cadastro em renda emergencial na terça