Menu
Busca terça, 07 de julho de 2020
(67) 99647-9098
Geral

MS consegue reconhecimento da Defesa Civil Nacional para situação de emergência

24 março 2011 - 11h53
A Secretaria Nacional de Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional, reconheceu a Situação de Emergência em Mato Grosso do Sul em virtude de enchentes ou inundações graduais. A portaria com o reconhecimento, assinada pelo secretário Humberto Viana, foi publicada hoje (24) no Diário Oficial da União. Com a decisão, a secretaria acata o decreto "E" no 2, publicado pelo governador André Puccinelli no dia 11 de março e as demais informações constantes no processo preparado pelas secretarias estaduais e Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec/MS) demonstrando que as intensas chuvas provocaram o aumento dos níveis e transbordamento de rios e córregos. Como consequência, houve danos e destruição de diversas pontes e rodovias estaduais, cuja manutenção é de responsabilidade do Poder Executivo Estadual, consideradas vitais ao trânsito de pessoas e de veículos, e ao escoamento da produção agropecuária. O coordenador da Cedec, coronel Ociel Ortiz Elias, explica que o reconhecimento pela Defesa Civil nacional é fundamental para que Mato Grosso do Sul receba os recursos que estão sendo pleiteados para reconstrução. Ele acredita que até amanhã (25) deve sair a ordem bancária para pagamento dos primeiros R$ 5 milhões que o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, se comprometeu a destinar ao Estado. Além desse valor, um montante maior está sendo negociado pelo governo, considerando a necessidade de mais de R$ 110 milhões para refazer, ou restaurar pontes, bueiros e estradas na área rural. Pantanal Além do primeiro processo já enviado ao Ministério da Integração referente aos impactos das cheias em diversas regiões produtivas, a Cedec prepara um segundo dossiê, referente ao Pantanal de Corumbá. Conforme o coordenador Ociel Elias, os técnicos da Coordenaria estão elaborando a documentação, e está sendo aguardado o laudo técnico da Embrapa. O decreto de Emergência na região pantaneira da Cidade Branca foi publicado ontem pelo governador, e o prazo para envio do processo pela Cedec a Brasília é de dez dias. A Cedec espera fazer a remessa até uns dias antes desse prazo, já no início da próxima semana. O governo vai enviar a documentação pedindo o reconhecimento da condição emergencial, visando ajudar produtores rurais, especialmente da pecuária, a prorrogar ou renegociar dívidas e pleitear recursos para amenizar as perdas causadas pelas cheias. Fonte: Notícias MS
Assembleia julho-20

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Banda V12 realiza live nesta quinta, com músicas escolhidas pelo público
Geral
Indústria de chocolate mantém otimismo, apesar da pandemia
Geral
Com operação Pátio Zero, Detran-MS esvazia agência em Corumbá
Geral
Final feliz: Emilly é encontrada e está bem
Geral
Vídeo - Blogueira acusa ex, famoso na capital, de calote e de ter sido abusivo
Geral
"A febre baixou e estou me sentindo muito bem", afirma Bolsonaro
Geral
Saiba onde terá pediatra ou clínico geral atendendo nesta terça
Geral
Fogo consome 10 mil hectares e avança sobre escola rural de Corumbá
Geral
Fiems entrega duas mil máscaras para 17 indústrias laticínias do MS
Geral
Resolve Imóveis Imobiliária trabalha com moto entregador durante a pandemia

Mais Lidas

Geral
Banda V12 realiza live nesta quinta, com músicas escolhidas pelo público
Educação
Escola do Sesi de Maracaju promove sarau de poesia virtual
Polícia
Homem espanca, asfixia e mata bebê ao descobrir que não é o pai biológico
Entrevista
AO VIVO - Tudo sobre fake news, agora no JD1