Menu
Busca quarta, 20 de março de 2019
(67) 99647-9098
Geral

MS terá duas equipes no maior Festival de Robótica do Brasil

Uma das novidades de 2019 é a estreia do FIRST Tech Challenge onde a melhor equipe ganha uma vaga para o World Festival, nos Estados Unidos

21 fevereiro 2019 - 17h16Marcos Tenório com assessoria

Mato Grosso do Sul vai ter duas equipes do Sesi, uma de Corumbá a outra de Dourados, que vão representar o estado no Festival Sesi de Robótica, que será realizado entre os dias 15 e 17 de março. O evento será realizado no Rio de Janeiro e a equipe Tupitech, de Corumbá, irá disputar a categoria FIRST Tech Challenge (Desafio tecnológico), enquanto a equipe BR Racing, de Dourados, irá encarar os desafios da categoria F1 in Schools (F1 nas Escolas).

No Torneio Sesi de Robótica, a disputa terá a participação de 84 equipes de diversos Estados e as vagas foram conquistadas durante as etapas regionais. O tema da temporada, Into Orbit (Em órbita), desafia os estudantes a pesquisar sobre as questões relacionadas a viver e viajar no espaço, sendo que eles terão de identificar e propor uma solução inovadora para um problema físico ou social enfrentado durante as viagens de exploração espacial.

Na arena, os robôs feitos pelos próprios alunos com peças de Lego ainda terão de cumprir missões como se locomover em áreas com crateras, ajudar um astronauta a voltar em segurança para a base espacial e até mover satélites para a órbita, tudo de maneira lúdica na mesa de competição.

Os melhores times da etapa nacional garantem vaga em torneios internacionais e o principal deles, o World Festival, considerado a Copa do Mundo da Robótica, será realizado em Houston, no Texas (EUA), sendo que, no ano passado, a equipe Red Rabitt, da Escola Sesi de Americana (SP), foi a grande vencedora do mundial.

Preparação

Uma das novidades de 2019 é a estreia do FIRST Tech Challenge (Desafio tecnológico), em que 16 equipes, formadas por alunos de 15 a 18 anos do Ensino Médio, poderão abusar da criatividade. Vindos de 15 estados nesta primeira edição, os estudantes vão projetar, prototipar e produzir as peças de acordo com as necessidades do robô. A melhor equipe ganha uma vaga para o World Festival, nos Estados Unidos.

A categoria F1 nas Escolas (F1 in Schools), que reproduz os desafios da corrida Fórmula 1. Nessa preparação para o mundo profissional, estudantes de 14 a 18 anos são desafiados a criar uma empresa que funcionará como uma escuderia. Eles podem utilizar diversos recursos tecnológicos para projetar, modelar e testar um protótipo de um carro de F1.

Sesc Novo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Representantes de TV aberta discutem novas tecnologias na Fertel
Geral
DeMolay’s serão homenageados quinta-feira, na Assembleia
Geral
PSDB Mulher cobra posição da bancada feminina no Congresso
Geral
Três vítimas do massacre em Suzano continuam hospitalizadas
Geral
Ex-governador do Paraná, Beto Richa, é preso pela terceira vez
Geral
Mais de três toneladas de materiais são recolhidos em ação contra o aedes
Geral
Estado “bate o martelo” e oito horas volta em 1º de julho
Geral
IEL e Sesi fazem parceria para atender empresa
Geral
PDV chega amanhã à Assembleia; Conheça os detalhes
Geral
Grupo vai às ruas em protesto contra assassinato de mulheres

Mais Lidas

Polícia
Orgia em motel vira caso de polícia
Polícia
Imagens fortes - Mais um é executado em menos de 24 horas na fronteira
Polícia
Vídeo - Um morre e outro fica ferido em execução na fronteira
Polícia
Adolescente é estuprada por quatro homens em Aquidauana