Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Mulher vai a centro de diagnóstico para fazer ressonância e morre

11 novembro 2011 - 10h55Aliny Dias

Uma mulher de 50 anos morreu na manhã de quinta-feira (10) em um centro de diagnóstico de Campo Grande. Ela estava no local para fazer uma ressonância magnética. Segundo a direção do estabelecimento, a cliente teve um mal súbito seguido de parada cardíaca, antes de fazer o exame. Já, conforme a família, a mulher passou mal já dentro do aparelho, quando realizava a ressonância.

A família da vítima disse que a mulher deu entrada em uma maternidade da capital na tarde de terça-feira (8) passada, com dores pélvicas. O médico responsável pela paciente, o mastologista Jesumar Modesto, teria realizado o pedido de uma ressonância abdômen total para investigar as causas das dores.

O exame foi marcado pela própria maternidade para a manhã desta quinta-feira, segundo a família da vítima. Como a maternidade, conforme os familiares da mulher, não possuía, naquele momento, uma ambulância para transportar a paciente, ela foi levada de carro para o centro de diagnóstico para fazer o exame.

Segundo o diretor administrativo do centro de diagnóstico, Odicleves Pucks, a mulher deu entrada no local com a saúde debilitada e foi encaminhada diretamente para uma sala de repouso. "Como ela estava suando muito e passando mal o exame foi cancelado e foram prestados os primeiros socorros", explica ele.

Pucks diz que depois foram acionados socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e de um plano de saúde. Ela chegou a receber um novo atendimento, mas não resistiu e morreu no local.

Uma prima da mulher, que a acompanhou no exame, contou uma versão diferente da apresenta pelo centro de diagnóstico. Conforme ela, a paciente passou mal após entrar no aparelho para fazer a ressonância. "Ela já tinha entrado no tubo quando começou a passar mal, os enfermeiros viram que ela não estava bem e foram atender".

O diretor do centro de diagnóstico disse que a causa da morte da mulher será investigada. Um médico do local disse à família que a parada cardíaca pode ter sido uma consequência de um acidente vascular cerebral (AVC), de uma embolia pulmonar ou de um enfarto.

A família ainda não decidiu se vai acionar a polícia para investigar a morte da mulher.

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Compadre Washigton está internado após assalto
Geral
Onze pessoas morrem e uma fica ferida em chacina
Geral
Motociclista morre em acidente na BR-163
Geral
Ativistas pelos direitos humanos e LGBT são homenageados na capital
Geral
Após investigação, diretor de presídio é dispensado em Dourados
Geral
Reservatório no Distrito Federal chega a 100% de capacidade
Geral
Universidade leva serviços gratuitos à comunidade no próximo dia 25
Geral
CapacitaSUAS avança em MS e estado reforça pioneirismo na Assistência Social
Geral
Mega-Sena pode pagar 7 milhões neste sábado
Geral
Novas medidas deixarão banda larga mais acessível, segundo Anatel

Mais Lidas

Polícia
Travesti é encontrada morta na madrugada deste domingo
Cidade
Inscrições para sorteio de apartamentos na capital encerram terça-feira
Polícia
Troca de tiros termina com homem morto e PM ferido
Educação
Estão abertas as Inscrições para o Encceja