Menu
Busca sexta, 23 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS outubro20
Geral

Mulheres achadas degoladas no bairro Tijuca não tinham passagens na polícia

02 dezembro 2010 - 07h01
As cabeleireiras Regina Bueno França, 40 e Cláudia de Araújo Mugnaine, 34, achadas mortas ontem (1º) à tarde em uma casa no bairro Tijuca, em Campo Grande, não tinham passagens na polícia, conforme rumores surgidos na internet na manhã de hoje. Segundo informou a assessoria da Polícia Civil. Os corpos das duas foram localizados em cômodos diferentes e apresentavam sinais de degolamento, segundo a polícia. Investigadores do caso não crêem que os crimes tenham ligação com roubo, já que os pertencentes das vítimas, inclusive um carro, não foram mexidos. Regina, segundo informado pela assessoria do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), é citada em três processos judiciais: em 2005, em 2007 e 2008. E ela, que estudava Direito, aparecia como vítima num caso de violação de domicílio e duas vezes como testemunha em uma questão de roubo e noutra por falsificação de documento público. Já Cláudia Mugnaine, segundo a assessoria do TJ-MS, não aparecem em nenhum processo judicial. A assessoria de imprensa da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul também informou que não há registros indicando que as duas mulheres foram detidas em alguma circunstância aqui no Estado. A assessoria de imprensa da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) também disse que as duas mulheres assassinadas não passaram por unidades carcerárias do Estado.
CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Empresa paulista AEGEA, vence leilão da PPP da Sanesul
Geral
Criança de 2 anos engole e fica com crucifixo preso no sistema digestório
Geral
Antônia Cylis precisa de doações de sangue na luta contra leucemia
Geral
Mega-Sena acumula e pagará R$ 38 milhões no sábado
Geral
Cantor sertanejo Edson realiza show em cobertura de escritório da Capital
Geral
PPP da Sanesul vai à leilão na Bolsa de Valores em São Paulo hoje
Geral
Vitória no STF foi "da população de MS", diz Verruck
Geral
Avó vende rifa para pagar cirurgia da neta
Geral
Neila é 14ª profissional da enfermagem que morre de coronavírus no MS
Geral
Justiça do Trabalho retomará audiências presenciais em MS

Mais Lidas

Justiça
Candidato do PSL terá que pagar multa e retirar vídeo do ar
Política
Presidente da Câmara dos Deputados afirma que PEC da Guerra não será prorrogada
Política
FETEMS fará debate
Polícia
Homem é preso após agredir idoso de 80 anos