Menu
Busca quinta, 22 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS outubro20
Geral

Mutuários da Emha têm até dia 6 pra aderir ao Morar Bem Azul

23 novembro 2011 - 15h19Arquivo

Termina no dia 6 de dezembro próximo o prazo para que os beneficiários inadimplentes da Agência Municipal de Habitação de Campo Grande (Emha) façam adesão ao programa Morar Bem Azul, que oferece desconto de até 50% nos juros, multa e honorários e mais 10% sobre o saldo principal atrasado das prestações da casa própria. A Emha reforça a importância da regularização dos débitos. Após o vencimento do prazo, será intensificada a fiscalização.

Criada na gestão do prefeito Nelson Trad Filho, a lei n.º169, Morar Bem Azul, tem o objetivo de promover a regularização da titularidade e facilitar a renegociação ou antecipação do saldo devedor dos débitos referentes aos imóveis pertencentes a esta carteira imobiliária.

Além da renegociação dos débitos, os beneficiários poderão regularizar a titularidade das casas e promover a quitação integral do imóvel ou amortização parcial do saldo devedor. Desde que foi criado, o programa já contemplou cerca de cinco mil mutuários da Emha.

Para outras informações, o interessado poderá dirigir-se ao setor de cadastro da Emha, que está localizada na travessa Iria Loureiro Viana, 415, Vila Oriente. O horário de atendimento ao público é das 8h às 17h, sem intervalo para almoço.

CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Avó vende rifa para pagar cirurgia da neta
Geral
Neila é 14ª profissional da enfermagem que morre de coronavírus no MS
Geral
Justiça do Trabalho retomará audiências presenciais em MS
Geral
Terminais de ônibus voltam a funcionar normalmente em Campo Grande
Geral
Adelaido, da CDL, está com coronavírus: "não foi por falta de cuidado"
Geral
Eliana perde o celular dentro da mansão e decide comprar outro
Geral
São Paulo: 94 % dos acidentes de trânsito são com homens
Geral
Idoso com hérnia de 30 kg luta há quatro anos por cirurgia
Geral
Mulher luta por cirurgia para retirar seios gigantes
Geral
Pastores emitem nota de repúdio depois de escândalo envolvendo pastor presidente

Mais Lidas

Polícia
Carta de arrependimento é escrita por advogado que matou PM no trânsito
Cidade
Detran-MS promete agilizar atendimento utilizando totens de serviços
Economia
Dólar fecha em queda pelo segundo dia seguido
Justiça
Em sessão "sofrida", MS ganha julgamento do gás boliviano