Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Geral

Na FIEMS, ministro é cobrado por mais "segurança jurídica"

Fato foi ressaltado pelo presidente Sergio Longen ao ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque

28 julho 2021 - 06h33Marcos Tenório

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque esteve nesta terça-feira (27) no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande/MS, juntamente com o governador Reinaldo Azambuja e o presidente da FIEMS, Sérgio Longen, que apresentou as principais ações do Sistema Indústria com relação à pesquisa, inovação e consultorias em energias renováveis e eficiência energética. Foi destacado a necessidade de maior segurança jurídica para os investimentos realizados nessa área.

De acordo com o presidente da FIEMS, a visita do ministro é motivo de orgulho. “Entendemos que suas palavras trazem segurança aos nossos associados e também a investidores em nível de Brasil. O Brasil avança e é muito importante que haja tranquilidade. O ministro mostrou de forma muito clara que vem trabalhando pela nossa principal demanda, que é a segurança jurídica para investimentos no setor energético”, ressaltou.

Longen entregou ao ministro Bento Albuquerque um manifesto com as parcerias desenvolvidas pela FIEMS com o Governo do Estado e, também, as principais ações do Sistema Indústria. 

Para o ministro, os trabalhos desenvolvidos pelo governo federal buscam, justamente, essa segurança jurídica demandada no encontro no Edifício Casa da Indústria. 

“Mato Grosso do Sul é um Estado que tem se destacado no âmbito nacional por criar um ambiente de negócios favorável a investimentos, seja por intermédio de regulações realizadas pelo governo estadual como também alinhado às políticas públicas do Conselho Nacional de Política Energética”, disse. 

O ministro falou ainda que o Estado é referência em energia renovável, como biomassa e solar e os trabalhos do Governo Federal buscam dar mais segurança jurídica com o marco regulatório. 

O governador Reinaldo Azambuja destacou a oportunidade da reunião para apresentar ao ministro as reivindicações do setor produtivo. “Discutimos o marco regulatório e o ministro Bento Albuquerque nos deu a previsibilidade da segurança que teremos energia disponível mesmo num momento extremamente tenso e, talvez, da maior estiagem dos últimos cem anos, o que prejudica a geração de energia por meio de hidrelétricas. Tenho certeza de que vamos conseguir avançar com uma política benéfica ao Brasil e sem custos para toda a sociedade”. 

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Após acusação de estupro, Nego do Borel é expulso de “A Fazenda 13”
Geral
Veículos com placas final 9 tem o até dia 30 para pagar o licenciamento
Geral
Amigos do Parque: Pista estará aberta para receber a população hoje e amanhã
Geral
Estudante é acusado de estuprar 7 meninas, incluindo criança de 3 anos
Geral
Fundação Manoel de Barros arrecada alimentos pelo Programa ´Eu Alimento´
Geral
“Habitação é dignidade”, diz Rogério Marinho durante entrega das chaves de apartamentos
Geral
Agir salva vidas: Ação de prevenção ao suicídio é realizada em viaduto da capital
Geral
Aeroporto da Capital conta com chopp e passageiros podem se servir
Geral
Garçom encontra mochila com R$ 240 mil em churrascaria e procura o dono
Polícia
Vídeo: Ladrão furta mercado e conveniência em MS e acaba preso

Mais Lidas

Cidade
Incêndio atinge margens do rio Paraguai em Corumbá
Clima
Tempestade faz temperatura despencar 15 graus e destelha apartamento em Campo Grande
Polícia
Mulher é agredido e esfaqueia pênis de marido
Polícia
Homem é assassinado a tiros por dívida de R$ 100,00