Menu
Busca quarta, 15 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Geral

Nelsinho Trad diz que desconhece investigação contra Águas Guariroba

02 junho 2010 - 09h00Diego Alves
O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad, do PMDB, disse nesta manhã que nada sabe sobre o inquérito civil aberto pelo MPE (Ministério Público Estadual) acerca das supostas irregularidades nos reajustes aplicados pela Águas Guariroba. O tarifaço estaria sendo praticado há uma década, desde que o sistema de água e esgoto da cidade saiu do domínio do município. Esse assunto foi tratado na edição de hoje do jornal Correio do Estado. A assessoria de imprensa do MPE informou hoje cedo ao Midiamax que o inquérito é conduzido pelo promotor de Justiça Luiz Eduardo Lemos de Almeida, que aguarda o resultado de uma perícia que acusa se houve superfaturamento nos reajustes para ver se transforma ou não o inquérito em ação civil pública. A suspeita é de a Águas impôs reajustes maiores dos que os fixados pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). Se o caso for comprovado e a Justiça acatar a denúncia do MPE, a concessionária terá de devolver o cobrado a mais dos consumidores. Questionado sobre a suposta irregularidade, o prefeito disse hoje que a concessionária “sempre agiu com responsabilidade”, mas que ia pedir uma cópia do inquérito movido pelo MPE. Por se tratar de concessionária, é a prefeitura quem autoriza os reajustes das tarifas de água e esgoto. Em setembro passado, o município validou o último aumento. A Águas Guariroba assumiu o serviço de distribuição de água e tratamento de esgoto em 2000 e o acordo expira em 2030. A empresa possui cadastrados 282 mil clientes. Em nota emitida ao Correio do Estado, a Águas informou que os reajustes aplicados são fiscalização pela Agência de Regulação, órgão do município. (Com informações Midiamax)
Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Prefeitura multa Consórcio Guaicurus em R$ 12 milhões
Geral
Carnaval no Rio pode acontecer só em junho
Geral
Governo amplia prazo de redução de jornada e suspensões de contratos
Geral
Orro quer proibir atos públicos para evitar aglomerações
Geral
Aos 27 anos, Adalberto perde a luta contra o coronavírus
Geral
Saque de auxílio emergencial é liberado para beneficiários do 3º lote
Geral
Mãe pede leite, remédio ou dinheiro para salvar bebê com anomalia
Geral
Funsat encaminha mulheres vítimas de violência ao mercado de trabalho
Geral
Licenciamento de veículos pode ser emitido online
Geral
Blogueira de MS afirma estar com Covid-19 e faz “recebidos” de vitaminas

Mais Lidas

Polícia
“Encontraram o monstro”, diz primo de Carla sobre assassino
Polícia
Ex-patroa é denunciada por abandono de incapaz que resultou em morte
Saúde
MP solicita inspeção em frigoríficos no interior
Polícia
Comerciante foi morta porque reconheceu voz de ex-funcionário, diz investigação