Menu
Busca domingo, 17 de janeiro de 2021
(67) 99647-9098
Governo Futebol
Geral

Onça ferida em incêndio no Pantanal melhora com tratamento de ozonioterapia

Com a melhora, ela pode retornar ao seu habitat já no início do próximo ano

26 novembro 2020 - 16h16Brenda Assis, com informações da assessoria

A onça pintada ferida nos incêndios do Pantanal e trazida no início do mês ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) para tratamento, apresenta melhora significativa e pode retornar ao seu habitat já no início do próximo ano, avalia o veterinário do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) Lucas Cazati. A onça, um macho com cerca de dois anos de idade, vem recebendo tratamento com aplicações de ozônio que tem propriedades cicatrizantes e anti-inflamatórias e o progresso dos ferimentos é visível.

O tratamento de ozonioterapia é feito em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e está sendo ministrado pelos professores Breno Fernandes Barreto e Verônica Borges Babo, que acompanham a evolução da saúde do animal. Além das feridas nas patas, a onça estava muito debilitada e desde que chegou ao CRAS tem recebido alimentação balanceada e já ganhou cerca de 8 quilos.

Exame de Raio-X detectou a existência de um projetil no tórax do animal, consequência de um tiro que deve ter sofrido há alguns meses, tendo em vista que a pele já está cicatrizada. O metal será retirado em cirurgia simples de rápida recuperação, o que não deve atrasar o retorno da onça ao seu habitat, disse Cazati, que é o responsável técnico do CRAS.

Essa onça e outra, com aproximadamente a mesma idade, foram resgatadas por equipes de voluntários no dia 4 de novembro da região da Serra do Amolar, no Pantanal, e trazidas a Campo Grande em um avião da Força Aérea Brasileira. A outra, também um macho, não resistiu e faleceu horas após ter chegado ao CRAS. No exame de necropsia foi detectado que ela também havia sido vítima de tiro, sendo que a bala estava alojada na região do tórax com estilhaços atingindo os pulmões. Apesar do tiro, a morte do animal teve como causa a quantidade elevada de fumaça que inalou durante o incêndio, segundo revelou o exame.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Ex-produtor do Beatles, morre aos 81 anos
Geral
Governo do Rio cria carnaval fora de época
Geral
Lewandowski determina que governo federal forneça oxigênio e insumos a hospitais de Manaus
Geral
"Vai com bum bum tam tam, viva o Butantan!": MC Fioti grava clipe sobre a CoronaVac
Geral
COVID: Itália proíbe voos brasileiros e orienta viajantes
Geral
Doguinho tem rins e fígado afetados após ser picado por escorpião e família pede ajuda
Geral
TJ ganha reconhecimento facial
Geral
Vídeo: Mentora fitness corre de biquíni na Afonso Pena
Geral
Defensoria Pública de MS pretende evitar prisões irregulares
Geral
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 13 milhões no sábado

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio