Menu
Busca sexta, 22 de novembro de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Pantanal foi mais devastado que a Amazônia e Corumbá lidera destruição

08 junho 2010 - 08h00Alcides Faria
Pela primeira vez o Ministério do Meio Ambiente (MMA) divulgou números oficiais sobre o desmatamento no Pantanal e os dados mostram que o bioma está mais vulnerável à devastação do que a Amazônia. Ontem (7) o MMA apontou a região pantaneira, que abrange os estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, como o bioma mais devastado no Brasil, logo após o cerrado. As áreas alagáveis de MS e MT enfrentaram devastação proporcionalmente maior do que a Amazônia, segundo o estudo. Somente no período entre 2002 e 2008, enquanto a região amazônica foi foco das atenções governamentais, o cerrado e o Pantanal perderam mais de 89 mil Km². A área equivale a mais de 15 vezes a área do Distrito Federal. Os estudos utilizaram o monitoramento por imagens de satélite da planície pantaneira, em Mato Grosso e em Mato Grosso do Sul. Segundo a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, até o final do governo Lula a intenção é divulgar dados sobre a devastação de outros biomas brasileiros, como os pampas gaúchos e a Mata Atlântica, em setembro. “Até o fim deste governo, apresentaremos os dados de desmatamento em todos os biomas, atualizados até 2009". Segundo o MMA, as principais causas do desmatamento no Pantanal são o fornecimento de carvão vegetal para o parque siderúrgico corumbaense e a abertura de novas áreas para pastagens. Mais de 15% da planície pantaneira já foram devastados. Mato Grosso do Sul destruiu mais do que o estado de Mato Grosso. A cidade campeã na devastação foi Corumbá (MS), que responde por 32% de todas as perdas de vegetação. Em segundo lugar, fica Aquidauana (MS) e somente em terceiro vem Cáceres (MT), cidade mato-grossense.
Athus Ingles

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Marquinhos diz que “em breve” anuncia data do 13º
Geral
Energisa desmente fake news e garante energia na final da Libertadores
Geral
Empresa que reformará três terminais da capital foi definida
Geral
Raiva bovina é identificada no MS após 14 anos
Geral
Chiquinho e Pablo de Barros disputam diretoria do Sindifiscal-MS neste sábado
Geral
Projeto de lei sugere 100 SMS grátis para clientes de telefonia celular
Geral
Aeroporto da capital opera sem atrasos e cancelamentos nesta manhã
Geral
Saque de FGTS para nascidos em junho e julho começa nesta sexta-feira
Geral
Servidores municipais terão folga nos dias 24 e 31 de dezembro
Geral
Funcionária temporária não terá direito à estabilidade se engravidar, diz TST

Mais Lidas

Internacional
FIM DO MISTÉRIO – Gugu está vivo
Internacional
GUGU: Famosos lamentam morte, mas não há comunicado oficial
Polícia
Filho mata o pai que chegou bêbado em casa
Polícia
Mãe que segurava filha para ser estuprada pelo padrasto é presa