Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Pantanal foi mais devastado que a Amazônia e Corumbá lidera destruição

08 junho 2010 - 08h00Alcides Faria
Pela primeira vez o Ministério do Meio Ambiente (MMA) divulgou números oficiais sobre o desmatamento no Pantanal e os dados mostram que o bioma está mais vulnerável à devastação do que a Amazônia. Ontem (7) o MMA apontou a região pantaneira, que abrange os estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, como o bioma mais devastado no Brasil, logo após o cerrado. As áreas alagáveis de MS e MT enfrentaram devastação proporcionalmente maior do que a Amazônia, segundo o estudo. Somente no período entre 2002 e 2008, enquanto a região amazônica foi foco das atenções governamentais, o cerrado e o Pantanal perderam mais de 89 mil Km². A área equivale a mais de 15 vezes a área do Distrito Federal. Os estudos utilizaram o monitoramento por imagens de satélite da planície pantaneira, em Mato Grosso e em Mato Grosso do Sul. Segundo a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, até o final do governo Lula a intenção é divulgar dados sobre a devastação de outros biomas brasileiros, como os pampas gaúchos e a Mata Atlântica, em setembro. “Até o fim deste governo, apresentaremos os dados de desmatamento em todos os biomas, atualizados até 2009". Segundo o MMA, as principais causas do desmatamento no Pantanal são o fornecimento de carvão vegetal para o parque siderúrgico corumbaense e a abertura de novas áreas para pastagens. Mais de 15% da planície pantaneira já foram devastados. Mato Grosso do Sul destruiu mais do que o estado de Mato Grosso. A cidade campeã na devastação foi Corumbá (MS), que responde por 32% de todas as perdas de vegetação. Em segundo lugar, fica Aquidauana (MS) e somente em terceiro vem Cáceres (MT), cidade mato-grossense.
Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Compadre Washigton está internado após assalto
Geral
Onze pessoas morrem e uma fica ferida em chacina
Geral
Motociclista morre em acidente na BR-163
Geral
Ativistas pelos direitos humanos e LGBT são homenageados na capital
Geral
Após investigação, diretor de presídio é dispensado em Dourados
Geral
Reservatório no Distrito Federal chega a 100% de capacidade
Geral
Universidade leva serviços gratuitos à comunidade no próximo dia 25
Geral
CapacitaSUAS avança em MS e estado reforça pioneirismo na Assistência Social
Geral
Mega-Sena pode pagar 7 milhões neste sábado
Geral
Novas medidas deixarão banda larga mais acessível, segundo Anatel

Mais Lidas

Polícia
Troca de tiros termina com homem morto e PM ferido
Educação
Estão abertas as Inscrições para o Encceja
Polícia
Guarda municipal responsável pelo transporte de arsenal é preso
Geral
Motociclista morre em acidente na BR-163