Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Geral

PM inicia Operação Fim de Ano

02 dezembro 2011 - 08h00Edemir Rodrigues
Está em andamento a Operação Fim de Ano da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul para dar mais tranquilidade a consumidores, comerciantes e funcionários durante as compras para as festas.

Cerca de 300 policiais militares estão empenhados na operação, sendo 150 na área central. O plano foi definido após consultas feitas aos comerciantes e baseados em levantamentos estatísticos feitos pela PM para determinar os pontos onde há maior necessidade de presença policial.

O policiamento especial irá acompanhar o horário de funcionamento do comércio. Começará pouco antes da abertura dos estabelecimentos e terminará após o fechamento para garantir a segurança de trabalhadores também na saída do trabalho.

O plano abrange a área demarcada pela Salgado Filho, Eduardo Elias Zahran, Mascarenhas de Moraes, Coronel Antonino e Ceará, com ênfase no quadrilátero central formado pela 26 de Agosto, Rui Barbosa, Mato Grosso e Calógeras. Ainda serão atendidos pelo plano os corredores comerciais da Julio de Castilhos, Souto Maior, Bandeirantes, Vitória Zeola, Bandeiras, Manoel da Costa Lima, Marques de Pombal, Spipe Calarge, Raquel de Queiroz, Euclides da Cunha e Marques de Herval, além dos bairros São Francisco, São Bento e Vila Planalto. Shoppings, terminais de ônibus, rodoviária interestadual e a área bancária da Coronel Antonino também estão incluídos no plano.

O trabalho será feito a pé, montado, em viaturas de quatro e duas rodas, em ponto fixo com a Base Comunitária Móvel e com blitze relâmpagos. Somente no Centro da cidade serão 150 PMs fazendo policiamento a pé, aumentando a sensação de segurança. Cada batalhão da Capital – 1°, 9° e 10° - terá uma viatura específica para atender chamados relacionados à área abrangida pelo policiamento especial.

Ainda haverá cinco viaturas quatro rodas e oito de duas rodas trabalhando 24 horas por dia para fazer a segurança da região abrangida pelo plano, mesmo fora do horário de funcionamento. Um dos objetivos é inibir a ação de criminosos e, principalmente, agilizar o atendimento e prender assaltantes que usam motocicletas na prática delituosa.

Novamente os comerciantes terão contato direto com os policiais militares que coordenam e executam o plano. Em caso de necessidade de atendimento, funcionários, gerentes e proprietários dos estabelecimentos ligam no celular do PM da área, que irá acionar a guarnição mais próxima para prestar o atendimento. Desta forma reduz-se o tempo de resposta e aumenta-se a eficiência do trabalho.

"Isso sem modificar ou prejudicar o policiamento ordinário, feito diariamente pelos batalhões em suas áreas de atuação. Nenhuma área será prejudicada. Estamos reforçando o policiamento nas mais intensas áreas de comércio e circulação de pessoas, mas os bairros e outros pontos de Campo Grande e toda região metropolitana não ficarão desguarnecidos", disse o comandante do CPM, coronel Sebastião Henrique de Oliveira Bueno.

Orientações

Os comerciantes ainda receberão uma cartilha do policiamento comunitário com dicas de segurança para ajudar a PM na guarda de frequentadores, funcionários e das mercadorias vendidas. No livreto a Polícia Militar orienta sobre mudanças comportamentais, organizacionais, estruturais e dispositivos de segurança.

Independente do material impresso, os policiais militares farão o trabalho de auxílio diretamente nos comércios, quando necessário e solicitado.

"Um trabalho feito com tanto capricho para evitar que o comerciante seja presa fácil de bandidos é uma demonstração efetiva da PM de civismo e comprometimento com a causa pública. Só podemos agradecer", disse o presidente da ACICG, Omar Aukar.

Rota do Pantanal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Corumbá recebe duas aeronaves para auxiliar as equipes nos combates a incêndio
Geral
Antecipação do INSS poderá ser pedida sem limitação de distância
Geral
Nota MS Premiada terá o 8° sorteio de R$ 300 mil nesta quarta
Geral
Outubro pode começar sem toque de recolher
Geral
Vídeo: "Homem enfiando no c* do outro não é de Deus”, diz mulher ao ameaçar casal gay
Geral
Capital perde Pierre Adri
Geral
Super salário é a "cruz" para Harfouche na campanha
Geral
Empresa cria aplicativo para detectar incêndios e desmatamento
Geral
Homem visita academia, passa mal e morre em Campo Grande
Geral
MP e Fiems unem-se contra compra de votos

Mais Lidas

Justiça
Bolsonaro sanciona lei sobre maus-tratos a animais acompanhado do pitbull Sansão em Brasília
Polícia
Jovem é assassinada com oito tiros na Capital
Cidade
Funsat Itinerante vai atender na Vila Popular nos dias 01 e 02 de outubro
Educação
MEC publica edital para 50 mil vagas remanescentes do Fies