Menu
Menu
Busca quinta, 18 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Geral

PMA rebate acusações de denúncia anônima sobre pesca predatória

“Parece até que os policiais estão envolvidos”, diz denunciante via áudio em aplicativo

23 janeiro 2019 - 18h54Da redação    atualizado em 23/01/2019 às 20h28

Uma denúncia anônima, realizada através de um áudio compartilhado pelo whatsApp, relata que pescadores, mesmo em período de Piracema, estão pescando nos rios de Corumbá. Ainda segundo o autor da denúncia, que não se identificou, policiais podem estar envolvidos, pois não há fiscalizações mesmo após denúncias. O tenente-coronel da Polícia Militar Ambiental (PMA), Edmilson Queiroz, disse que os rios da região são fiscalizados e não existe envolvimento de ninguém da corporação nesse tipo de crime.

Segundo a denúncia, os pescadores estão matando mais de uma tonelada de peixe por dia. “Já foi denunciado para a PMA, mas os 'caras' não se mexem. Tem operação da polícia, porém a informação vaza e os 'redeiros' somem do local. Parece até que os policiais estão envolvidos”, diz a denúncia.

O tenente Queiroz afirma que o trabalho da PMA tem sido realizado com todo rigor e, que as fiscalizações são cumpridas normalmente pela corporação. Toda denúncia feita é averiguada e checada. “Se a gente vai até a região e não acha nada o que podemos fazer?”, questionou.

Piracema é um fenômeno que ocorre com diversas espécies de peixes ao redor do mundo. A palavra vem do tupi e significa “subida do peixe”. O processo recebe esse nome porque, todos os anos, eles nadam rio acima para realizar a desova – e, portanto, quando vários cardumes já se encontram formados.

Lei

Conforme a lei federal nº 9.605/1998, a pessoa que estiver realizando pesca predatória, pode ser presa, algemada, encaminhada à delegacia de Polícia, onde é autuada em flagrante delito, podendo sair sob fiança caso não seja reincidente [na reincidência não há fiança] e, ainda ter todo o produto da pesca, barcos motores e veículos apreendidos.

Na parte administrativa, o Decreto Federal 6.514/2008, que regulamenta a parte administrativa da lei nº 9.605/1998, prevê multas de R$ 700 a R$ 100 mil e mais R$ 20,00 por quilo do pescado irregular.

Reportar Erro
Digix - Julho24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dá pra pagar as contas? Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 47 milhões nesta quinta
Geral
Dá pra pagar as contas? Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 47 milhões nesta quinta
Fachada Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul
Geral
Servidores da Assembleia terão auxílio-saúde e licença-maternidade ampliada
MP reitera acusação de fraude contra Giroto e outros nas obras do Aquário do Pantanal
Justiça
MP reitera acusação de fraude contra Giroto e outros nas obras do Aquário do Pantanal
O local também conta com brinquedos montessorianos
Geral
Bioparque inaugura sala de acomodação sensorial reservada para autistas
Bolsa Família: 208,2 mil lares recebem benefício a partir desta quinta-feira (18)
Geral
Bolsa Família: 208,2 mil lares recebem benefício a partir desta quinta-feira (18)
TJ absolve oficial da PMMS acusado de homofobia contra subordinado
Justiça
TJ absolve oficial da PMMS acusado de homofobia contra subordinado
Horóscopo do dia - Veja a previsão para o seu signo 18/07/2024
Geral
Horóscopo do dia - Veja a previsão para o seu signo 18/07/2024
Fórum de Dourados será reformado -
Interior
TJMS investe R$ 2,2 milhões em reforma do Fórum de Dourados
Michel Teló é produtor rural em Mato Grosso do Sul
Justiça
Acordo de R$ 35 mil 'acaba' com investigação na Fazenda da família de Michel Teló
Economista, Cristiane Schmidt, assumirá presidência da MSGÁS
Geral
Economista, Cristiane Schmidt, assumirá presidência da MSGÁS

Mais Lidas

Próximos dias serão quentes
Clima
Até logo, frio! Temperaturas voltam a subir e Capital deve registrar 30ºC esta semana
Tempo segue estável em Campo Grande
Clima
Calor de volta? Friozinho começa a dar tchau nesta terça-feira em MS
Divulgação da nova loja na Capital
Comportamento
JD1TV: Nova loja de sex shop da Capital divide opiniões após divulgação inusitada
Casa da Mulher Brasileira, a Deam
Polícia
Miojinho? Homem surta após 'g0zAr rápido' durante swing com esposa e amigos no Colúmbia