Menu
Busca terça, 15 de junho de 2021
(67) 99647-9098
FIEMS - julho21
Geral

Ponte desaba na fronteira, mata duas pessoas e deixa uma desaparecida

A ponte foi inaugurada há pouco mais de um ano pelo governo paraguaio

11 junho 2021 - 13h12Brenda Assis

Uma ponte caiu na divisa entre Mato Grosso do Sul e o Paraguai na madrugada desta quinta-feira (10) e causou a morte de duas pessoas. A ponte, que desabou em San Pedro, na área de Tacuatî, foi inaugurada há pouco mais de um ano pelo governo paraguaio.

Outras três surpreendidas feridas e uma ainda está desaparecida. As informações são do site paraguaio El Nacional. A desaparecida é identificada como María Wilma Villalba de Fernández, 69 anos, que estava em um dos carros envolvidos.

Ainda de acordo com o portal, devido ao nevoeiro e à falta de iluminação, os condutores dos veículos não perceberam que a ponte havia caído. A ponte já apresentava problemas há algumas semanas, porém não foi fechada.

O diretor de Estadas de Vizinhança do Ministério de Obras Públicas (MOPCV), Rodolfo Segovia, se posicionou sobre o acidente e reconheceu que houve atraso no início das obras por falta de recursos. “A obra demorou para começar por falta de recursos. Desde outubro, a diária é devida aos técnicos”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Governo manda prefeitos "assumirem seus atos"
Geral
Na bandeira vermelha, nem tudo pode abrir
Cidade
Marquinhos autoriza comércio a operar
Geral
Durante operação, Detran-MS realizou 1.318 testes do bafômetro
Geral
Hemosul tem Arraiá para celebrar "Dia Mundial do Doador de Sangue"
Geral
Gás de cozinha fica mais caro a partir de hoje
Geral
Bradesco, Santander e BB são autuados pelo Procon-MS
Geral
Governo amplia vagas do concurso da Polícia Civil
Geral
AO VIVO: Motorista é preso após tombar caminhão ao lado do Damha
Geral
A partir desta segunda, atendimento na Rede Fácil está suspenso

Mais Lidas

Cidade
Marquinhos autoriza comércio a operar
Geral
AO VIVO: Motorista é preso após tombar caminhão ao lado do Damha
Brasil
Criança morre após ser picada por escorpião
Geral
Governo manda prefeitos "assumirem seus atos"