Menu
Busca terça, 19 de novembro de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Prédio do semiaberto de adolescentes vai virar sede de batalhão da PM

09 fevereiro 2011 - 10h30
Alugado pela Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública) para funcionar como “semiaberto” de adolescentes, o imóvel na rua 26 de Agosto, em frente ao Mercadão Municipal, em Campo Grande, será transformado na sede do 1º Batalhão da PM (Polícia Militar), que atende as regiões do Centro, Imbirussu e Lagoa. A mudança de planos para o prédio foi anunciada hoje pelo comandante da PM, coronel Carlos Alberto David dos Santos, e trouxe alívio aos comerciantes. Acompanhado por oficiais do 1º batalhão, o comandante foi ao local para tomar posse. “O prédio é da PM. Dentro de 15 a 20 dias estaremos aqui”, garante. A instalação do regime semiaberto na rua 26 de Agosto, próximo ao local chamado de Cracolândia devido ao intenso comércio de drogas, foi criticada pelo juiz da 2ª Vara da Infância e Juventude, Danilo Burin, e por comerciantes do Mercadão. A categoria havia agendado um protesto na manhã desta quarta-feira, mas foi surpreendida pelo anúncio de que o imóvel será batalhão da polícia. Ontem, o governador André Puccinelli (PMDB) determinou a instalação de uma base da PM em frente ao Mercadão. O comandante da PM afirma que já havia solicitado um espaço na região central. Atualmente, a sede do 1º BPM fica localizada na Vila Sobrinho, próximo à avenida Júlio de Castilho. Por turno, 120 policiais vão ficar na nova sede. “Vamos combater tráfico de drogas e prostituição nas ruas 26 de Agosto, 7 de Setembro e 15 de Novembro”. A mudança na utilização do imóvel foi comemorada pelos comerciantes. “É bem melhor. Aqui não seria o local adequado [para o semiaberto]”, afirma Canuto Barcelos de Souza, de 48 anos, que é dono de uma vidraçaria na rua 7 de Setembro. “Será muito bom para a região”, salienta Junior Noco, proprietário de uma casa de embalagens na rua 26 de Agosto. “Ficamos sabendo no fim da tarde de ontem. Mas não tínhamos certeza”. Na dúvida, o comerciante, ao lado do deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB), distribuía panfletos contra a instalação do semiaberto para adolescentes. Na semi-liberdade, os adolescentes têm que retornar diariamente e dormir na unidade. O contrato do imóvel vale por um ano, com valor de R$ 30 mil. O imóvel locado pela Sejusp tem uma ante-sala, quatro salas, sala de jantar, dois quartos, uma suíte, dois banheiros, copa e cozinha, dois depósitos, uma lavanderia e um banheiro. Fonte: CG News
Athus Ingles

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
“Governo presente“ será amanhã em Dourados
Geral
Nova startup de segmento PET promete inovar o setor
Geral
Governo decreta situação de emergência em Porto Murtinho
Geral
Agressores de mulheres tem porte de arma proibido por lei no MS
Geral
Há 2 anos mais de três milhões buscam emprego, diz IBGE
Geral
CPI do Consórcio Guaicurus não deve avançar na Câmara
Geral
Shopping simulará vazamento de gás nesta quarta
Geral
Comandante da PM estará ao vivo no JD1 nesta terça
Geral
Sem atrasos e cancelamentos, aeroporto atua normalmente na capital
Geral
Em 2019 apreensões de entorpecentes aumantam 16% no Estado

Mais Lidas

Polícia
Aos 84 anos, "vovó" é presa dirigindo bêbada após sair de baile
Polícia
Jovem morre fuzilado e mulher é ferida por estilhaços
Polícia
Jovem motociclista morre após bater em meio-fio e ser arremessado em rio
Geral
Ingrid está desaparecida há mais de 20 dias e mãe faz apelo