Menu
Busca segunda, 12 de abril de 2021
(67) 99647-9098
TJMS abril21
Geral

Prefeito quer investigação rápida sobre causa da intoxicação

28 setembro 2011 - 09h30Denílson Secreta

Dos 180 alunos da Escola Municipal de Tempo Integral Iracema Maria Vicente, no bairro Rita Vieira, que passaram mal ontem após o almoço, apenas 12 continuam internados (5 na Unidades de Pronto Atendimento do Universitário e 7 no Hospital Regional), mas devem ser liberados ainda hoje.

A Prefeitura de Campo Grande mobilizou todas as secretarias para atender as crianças na tarde de ontem, levando-as aos Hospitais e Postos de Saúde assim que foi constatada a intoxicação alimentar, cujo motivo está sendo investigado. A Vigilância Sanitária recolheu amostras do almoço servido, da comida estocada e da água da escola. As análises devem levar de 15 a 30 dias.

Sob orientação do prefeito Nelson Trad Filho, todas as secretarias e órgãos da administração pública municipal foram colocadas em prontidão ontem para colaborar no atendimento aos alunos e suas famílias.

Cerca de 30 veículos da Prefeitura ajudaram no deslocamento das crianças, ao lado de viaturas do Samu, da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros. Enquanto as crianças eram levadas aos Hospitais e Unidades de Pronto Atendimento - acompanhadas por funcionários da escola e da Secretaria Municipal de Educação - outra equipe começava a contatar as famílias para deixá-las a par do ocorrido e disponibilizar a elas toda a estrutura da Prefeitura.

A frota de veículos da Prefeitura foi deixada a disposição dos pais durante todo o dia de ontem e madrugada desta quarta-feira para levá-los aos locais de internação e de volta às suas residências.

Ainda na noite de ontem, o secretário de Saúde, Leandro Mazina reuniu sua equipe e fez diversas rondas pelos locais onde as crianças foram internadas: "Fomos a todos os postos de saúde para nos certificarmos de que as crianças estavam recebendo um atendimento adequado", afirmou o secretário.

O prefeito Nelson Trad Filho esteve no local acompanhando de perto todas as providências. "Minha primeira preocupação foi a de dar assistência para as crianças. Fizemos isso da melhor forma possível e continuaremos dando assistência até que a última criança esteja em casa com seus pais", disse o prefeito.

Investigação

Garantida a assistência aos doentes, a Prefeitura investigará o que causou o problema. Amostras da comida servida no almoço, assim como dos mantimentos estocados na escola e da água foram coletadas e enviadas ao Laboratório Central do Estado (Lacen) para análise. Também não foi descartada a hipótese de sabotagem já que nem todas as crianças que almoçaram na escola passaram mal. Por isso, o prefeito Nelson Trad Filho determinou que fosse registrado um Boletim de Ocorrência para que a investigação extrapolasse as análises técnicas.

"Vamos descobrir o que causou este problema. Determinei que seja feita uma investigação rigorosa e célere. Não podemos descartar nenhuma hipótese. O importante é que estamos determinados a encontrar as respostas para que uma situação como esta, que nunca aconteceu em Campo Grande, nunca mais venha a acontecer novamente", disse o prefeito.

APP JD1_apple

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Pátio Zero: Detran-MS oferta 180 veículos em leilão online até dia 23
Geral
Dourados ganhará mais dez novos leitos de UTI
Geral
“A Terra é azul”: há 60 anos, o homem chegava à órbita do planeta
Geral
Arthur, Fiuk ou Thaís, quem deve ser eliminado do BBB essa semana ?
Geral
Bonito abre 100% dos atrativos seguindo os protocolos de biossegurança
Geral
Longen defende investimentos na indústria para manutenção de empregos
Geral
Declaração do Imposto de Renda pode ser entregue até 31 de maio
Geral
Em manifestação pacífica, motoristas pedem prioridade na vacinação
Geral
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em março
Geral
Sem usar máscara, Ratinho é vacinado contra a Covid-19

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio