Menu
Busca sexta, 03 de julho de 2020
(67) 99647-9098
Geral

Prefeito quer investigação rápida sobre causa da intoxicação

28 setembro 2011 - 09h30Denílson Secreta

Dos 180 alunos da Escola Municipal de Tempo Integral Iracema Maria Vicente, no bairro Rita Vieira, que passaram mal ontem após o almoço, apenas 12 continuam internados (5 na Unidades de Pronto Atendimento do Universitário e 7 no Hospital Regional), mas devem ser liberados ainda hoje.

A Prefeitura de Campo Grande mobilizou todas as secretarias para atender as crianças na tarde de ontem, levando-as aos Hospitais e Postos de Saúde assim que foi constatada a intoxicação alimentar, cujo motivo está sendo investigado. A Vigilância Sanitária recolheu amostras do almoço servido, da comida estocada e da água da escola. As análises devem levar de 15 a 30 dias.

Sob orientação do prefeito Nelson Trad Filho, todas as secretarias e órgãos da administração pública municipal foram colocadas em prontidão ontem para colaborar no atendimento aos alunos e suas famílias.

Cerca de 30 veículos da Prefeitura ajudaram no deslocamento das crianças, ao lado de viaturas do Samu, da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros. Enquanto as crianças eram levadas aos Hospitais e Unidades de Pronto Atendimento - acompanhadas por funcionários da escola e da Secretaria Municipal de Educação - outra equipe começava a contatar as famílias para deixá-las a par do ocorrido e disponibilizar a elas toda a estrutura da Prefeitura.

A frota de veículos da Prefeitura foi deixada a disposição dos pais durante todo o dia de ontem e madrugada desta quarta-feira para levá-los aos locais de internação e de volta às suas residências.

Ainda na noite de ontem, o secretário de Saúde, Leandro Mazina reuniu sua equipe e fez diversas rondas pelos locais onde as crianças foram internadas: "Fomos a todos os postos de saúde para nos certificarmos de que as crianças estavam recebendo um atendimento adequado", afirmou o secretário.

O prefeito Nelson Trad Filho esteve no local acompanhando de perto todas as providências. "Minha primeira preocupação foi a de dar assistência para as crianças. Fizemos isso da melhor forma possível e continuaremos dando assistência até que a última criança esteja em casa com seus pais", disse o prefeito.

Investigação

Garantida a assistência aos doentes, a Prefeitura investigará o que causou o problema. Amostras da comida servida no almoço, assim como dos mantimentos estocados na escola e da água foram coletadas e enviadas ao Laboratório Central do Estado (Lacen) para análise. Também não foi descartada a hipótese de sabotagem já que nem todas as crianças que almoçaram na escola passaram mal. Por isso, o prefeito Nelson Trad Filho determinou que fosse registrado um Boletim de Ocorrência para que a investigação extrapolasse as análises técnicas.

"Vamos descobrir o que causou este problema. Determinei que seja feita uma investigação rigorosa e célere. Não podemos descartar nenhuma hipótese. O importante é que estamos determinados a encontrar as respostas para que uma situação como esta, que nunca aconteceu em Campo Grande, nunca mais venha a acontecer novamente", disse o prefeito.

Totem_Alcool Gel

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
"Crianças estão imunes ao coronavírus", diz Marcelo Crivella
Geral
Vídeo: Esposa de governador afirma que ninguém deve doar marmita à moradores de rua
Geral
Filho de Leonardo diz estar 'valorizando mais a vida' após acidente em rio
Geral
Vídeo: Priscilla Alcântara critica muros construídos entre cristãos e LGBTs
Geral
Último dia para aderir ao Refis da Saúde com até 100% de desconto
Geral
Outback dá crédito extra e faz doação a cada R$100 no cartão presente
Geral
Procon flagra produtos vencidos e diferença de preços nas Americanas do centro
Geral
Trabalhador morre engasgado com carne após terminar serviço
Geral
Mayra Cardi revela que descobriu 16 amantes de Arthur Aguiar
Geral
Atherson se recupera após cirurgia bem sucedida na Santa Casa

Mais Lidas

Polícia
Após assediar jovem, perseguidor do Sedan prata é liberado pela polícia
Geral
"Crianças estão imunes ao coronavírus", diz Marcelo Crivella
Política
Ministério da Segurança ainda pode ser recriado pelo Governo
Cidade
Confira o itinerário de fumacê contra o Aedes Aegypti em oito bairros