Menu
Busca quarta, 15 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Geral

Prefeito vai enviar projeto com reajuste de 5,31% do IPTU 2013

13 novembro 2012 - 11h16Denilson Secreta

O prefeito Nelson Trad Filho vai enviar à Câmara Municipal projeto que prevê um reajuste linear de 5,31% no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) que será cobrado em 2013. A previsão orçamentária para o ano que vem é uma receita com o tributo de R$ 255.386.000,00. O percentual de correção do imposto, que responde por 15% da receita da Prefeitura, corresponde ao IPCA-E (Índice de Preços ao Consumidor Ampliado- Especial) calculado pelo IBGE. A variação leva em conta os dados do Sinapi (Sistema Nacional de Pesquisas de Custos e Índices da Construção Civil) e o comportamento do mercado imobiliário ao longo de 2012.

No encontro que teve com os vereadores nessa segunda-feira (12), o prefeito apresentou os indicadores e o cenário do mercado imobiliário que serviram de base para a definição do percentual de reajuste. “Depois de uma explosão em 2011, numa espécie de bolha imobiliária, 2012 foi um ano de relativo desaquecimento do setor, com muita oferta de imóveis, influenciando na queda ou estabilização dos preços", explicou.

Por conta desta tendência, houve correção de 5,31% sobre o valor venal dos terrenos e foi mantido o valor venal dos imóveis prediais, que é a base de cálculo do imposto. O IPTU de 2012 , na média teve correção 7,33% no valor venal dos terrenos e de 8,20% nas casas e apartamentos, chegando a 15,5% nos imóveis na região impactadas por obras de infraestrutura executadas pela prefeitura.

“Não poderíamos simplesmente nos omitir, deixando de corrigir o valor do IPTU. A Lei de Responsabilidade Fiscal obriga que para cada centavo de renúncia fiscal, é preciso apresentar uma alternativa para compensar esta perda de receita”, justificou o prefeito. Nelsinho deixou claro que os vereadores terão a liberdade de promover os ajustes nos projetos que considere convenientes.

Custeio
Além de apresentar detalhes do projeto do IPTU, o prefeito mostrou aos vereadores que até dia 31 de dezembro vai pagar os salários de novembro, dezembro e o 13° do funcionalismo, totalizando R$ 189 milhões. Também vai pagar ou deixar em caixa, os recursos para o pagamento dos compromissos com o custeio, a amortização e o serviço da dívida.

Nelsinho explicou que a arrecadação (composta basicamente por ICMS, FPM, IPTU, ISSQN), vai garantir os recursos necessários para as despesas de custeio, pagamento de pessoal, amortização da dívida. O projeto orçamentário 2013, com reajuste de 15,43%, prevê a destinação de 29% dos recursos para a saúde; 25,3% para educação e 28% para transporte, infraestrutura e urbanismo.

Via CG Notícias

Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
“Eu contei 13”, diz líder de movimento antiTrad
Geral
Sessões do Autocine são adiadas para evitar aglomerações
Geral
Decreto suspende aulas e exames presenciais do Detran na capital
Geral
Vídeo: Prefeito usa mata-leão para imobilizar vizinho bêbado durante briga
Geral
Após investigação do MPE, Délia Razuk afasta servidores alvos de operação
Geral
Ato antiMarquinhos Trad reúne oito manifestantes na capital
Geral
Prefeitura multa Consórcio Guaicurus em R$ 12 milhões
Geral
Carnaval no Rio pode acontecer só em junho
Geral
Governo amplia prazo de redução de jornada e suspensões de contratos
Geral
Orro quer proibir atos públicos para evitar aglomerações

Mais Lidas

Saúde
“Melhor fechar o comércio do que abrirmos valas em cemitérios”, diz Resende
Geral
“Eu contei 13”, diz líder de movimento antiTrad
Polícia
Homem encontra esposa morta dentro da geladeira no próprio apartamento
Saúde
“Existem muitos ‘entendidos’ se colocando como paladinos na defesa de medicamentos”, diz Resende