Menu
Busca quinta, 27 de janeiro de 2022
(67) 99647-9098
TJMS Jan22
Geral

Paulo Corrêa elogia a Caravana da Saúde

A retomada do programa foi lançado na tarde desta quinta-feira, dia 2

02 dezembro 2021 - 18h44Pedro Molina, com assessoria

Com demanda represada pela pandemia da Covid-19, as cirurgias eletivas e os exames serão retomadas em grande escala em Mato Grosso do Sul. Serão realizados, pelo menos, 129 mil procedimentos por meio dos programas “Opera MS” e “Examina MS”, lançados na tarde desta quinta-feira (2) pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), com a presença do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Paulo Corrêa (PSDB) e outros parlamentares. As ações, que fazem parte da Caravana da Saúde, somam investimentos de mais de R$ 120 milhões.

“É muito mais inteligente, é muito melhor, é muito mais confortável para a população, que está esperando para ser atendida”, disse o deputado Paulo Corrêa.

As ações contam com parcerias de hospitais e clínicas públicas e privados, que farão atendimentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). No momento, são 39 estabelecimentos credenciados, mas esse número deve aumentar. As cirurgias e exames começaram a ser realizados nesta quinta-feira em hospitais e clínicas de 35 microrregiões, contemplando a população dos 79 municípios do Estado.

“Isso aqui tem a força de Mato Grosso do Sul”, discursou Paulo Corrêa, acrescendo que hoje é um dia para se comemorar. “Agora sim nós podemos falar uma coisa que estava engasgada”, completou.

“Agora sim nós podemos falar uma coisa que estava engasgada”, disse o parlamentar em menção à realização, em larga escala, de exames e cirurgias, ação atravancada pelo foco necessário no atendimento de pacientes com Covid-19. “A fila só existe por causa da pandemia. Agora, estamos indo pra cima de um modo inteligente, de um modo diferenciado.

O governador Reinaldo Azambuja também frisou o travamento de exames e cirurgias eletivas em decorrência da pandemia. “Desde o ano passado, paralisamos muito as cirurgias eletivas e os exames, porque precisamos transferir esses serviços. Todos os hospitais atenderam muito os pacientes de Covid. Isso criou um passivo, um número enorme de pessoas aguardando e cirurgias”, disse.

As ações da nova Caranava da Saúde serão em formato diferente, sem necessidade de deslocamento de estrutura para o atendimento dos pacientes.  “É uma modalidade diferente. Os atendimentos serão realizados nos hospitais e clínicas, ou seja, não vamos precisar levar tendas, deslocar uma estrutura. Com as ações, as filas de exames e de cirurgias eletivas devem ser reduzidas, acentuadamente, até outubro do ano que vem, segundo estima o secretário de Saúde, Geraldo Resende, que também participou do evento. “Até outubro de 2022, nós realizaremos o quantitativo que for necessário com o recurso que for preciso. Temos o suficiente para realizarmos mais de cem mil procedimentos”, afirmou o secretário. 

Serão ofertadas cirurgias eletivas e exames de média e alta complexidades. Entre as cirurgias, estão as ortopédicas, vasculares, oftalmológicas, de otorrinolaringologia e urológicas. Na relação dos exames, estão ressonâncias magnéticas, tomografias computadorizadas, ultrassonografias, cardiovasculares, intilografia, endoscopia e colonoscopia.

Senar - Jan22

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Homem que deu capacetadas levou garrafada antes, diz moradora do condomínio no Tarumã
Geral
Morte de Luiz Crosara emociona Uberaba
Geral
Homem desaparecido no Pioneiros é encontrado na BR desorientado
Geral
Resolução que detalha avaliação psicológica para porte de arma é publicada
Geral
Unidades prisionais de MS não poderão receber visitas por 15 dias
Geral
Estado programa orçamento de R$ 710.620 milhões para o Fundo Especial de Saúde
Geral
BBB: Luciano é eliminado antes de alcançar a tão desejada fama
Geral
Técnico de enfermagem que estava desaparecido desde quinta é encontrado na Capital
Geral
Pagamento de benefícios do INSS com reajuste começaram hoje
Geral
Enfermeira que morreu em acidente comemorou a volta para casa nas redes sociais

Mais Lidas

Polícia
Homem passa mal e morre na casa da mãe
Polícia
Irmãos matam pai a pauladas por acharem que ele matou a mãe deles
Comportamento
Murilo abre mão de bens na divisão do patrimônio de Marília, diz colunista
Polícia
Homem esfaqueado no peito pela esposa no Noroeste morre no hospital