Menu
Busca sábado, 07 de dezembro de 2019
(67) 99647-9098
TJMS Dezembro-19
Geral

Procon divulga ranking de reclamações de 2010

13 janeiro 2011 - 10h19
O Procon/MS divulgou ontem (13) a relação das empresas que tiveram maior número de reclamações em 2010. Depois da Paulistec, empresa que vendia diplomas falsos em Campo Grande-, as empresas do setor de telefonia foram as que tiveram maior número de queixas por parte dos consumidores, com destaque para Oi em segundo lugar e a Americel/Claro em terceiro. Ainda no setor de telefonia, a GVT caiu do 15º lugar para a 40ª posição no ranking, com redução de 50%. A Sony Ericsson, que esteve na sétima posição em 2009, com 259 processos abertos, em 2010 ocupou a 36ª posição, com redução de 71% no número de reclamações. A Enersul caiu da segunda para a sexta posição, saindo de 794 processos abertos em 2009 para 310 em 2010, apresentando queda de 61%. Já a Águas Guariroba, que esteve em terceiro lugar em 2009, com 546 processos, e que em 2010 fechou na nona posição, somando 256 processos abertos, apontou redução de 53,5%. As Casas Bahia fechou 2010 com 323 reclamações, ocupando a quinta posição do ranking. Em 2009 a empresa teve 175 queixas e ocupou a 12ª posição. Comparando-se os dois últimos anos o aumento foi de 85%. No último ano foram abertos 15.073 processos em decorrência de reclamações, com média mensal de 1.256, de um total de 29.080 atendimentos. O índice de solução dos processos abertos pelo Procon é de 75%. O superintendente do Procon Lamartine Ribeiro explica que “quando um consumidor tem algum problema e recorre ao Procon, a primeira atitude é acionar a empresa no exato momento em que o consumidor está sendo atendido. Esse procedimento é chamado atendimento preliminar. Caso a empresa resolva a situação no momento, não será necessária a abertura de um processo, ou seja, não vai ser instaurada uma reclamação”. Ribeiro destaca o número de atendimentos realizados pelo órgão de defesa: “Hoje atendemos quinze mil pessoas a mais por ano do que em 2007. Crescemos cerca de 20% no último ano, mas nossa próxima meta é exatamente o contrário: reduzir o número de atendimentos, desde que isso signifique que as empresas atendam melhor seus consumidores, e que os mesmos não precisem recorrer ao Procon porque as empresas estão prestando serviços e fornecendo produtos com maior grau de respeito às leis”, ressalta. “De acordo com o superintendente houve uma mudança metodológica na pesquisa com a separação dos serviços de telefonia fixa e móvel da empresa Oi/Brasil Telecom. “Ainda assim, se não fosse o fenômeno Paulistec, a Oi Telefonia Fixa permaneceria em primeiro lugar no Ranking, contudo, se somarmos os processos abertos nos serviços fixo e móvel, vamos observar que foram abertos em 2010, 500 processos a menos do que em 2009, o que indica uma mudança de postura da empresa que mês a mês apresentou uma curva descendente no ranking”, diz Lamartine. “Esperamos que essa tendência continue”, conclui. A classificação realizada pelo Procon tem o objetivo de disponibilizar ao consumidor informações que contribuam para a escolha do local de aquisição do produto. Além de considerar o preço e a qualidade o consumidor também deve ponderar o respeito, a solução de problemas e o atendimento no pós-venda. Veja no link abaixo a pesquisa na íntegra. Fonte: Notícias MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Energisa investe em projeto para economizar energia no Fórum de Corumbá
Geral
Secretário de Segurança Pública elogia Operação Boas Festas
Geral
Projeto poderá proibir corte de energia do consumidor
Geral
Saque do FGTS está liberado para nascidos em setembro e outubro
Geral
Mulher sofre lesões graves ao ser pisoteada por búfalos
Geral
Boletos do IPVA 2020 começam a ser entregues a donos de veículos
Geral
Fábio Trad homenagea APAE em sessão solene na Câmara
Geral
Chuva não interfere e aeroporto opera sem atrasos e cancelamentos nesta manhã
Geral
Bairros ficam sem luz e Energisa garante restabelecimento ainda hoje
Geral
Procon-MS autua shopping Bosque dos Ipês

Mais Lidas

Geral
Energisa investe em projeto para economizar energia no Fórum de Corumbá
Cidade
“Condomínio das Araras” no Parque dos Poderes vai parar em série da Ancine
Economia
Refis Natalino ultrapassa meta e arrecada mais de R$ 15 mi
Economia
Dólar da trégua e tem queda semanal