Menu
Busca sexta, 07 de maio de 2021
(67) 99647-9098
Gov_MS-Cresce_Maio21
Geral

Procon MS tem mudanças, e reclamações podem ser feitas até por cartas

Fornecedor que negar ou atrapalhar a fiscalização do Procon responderá por crime de resistência e desacato

13 abril 2021 - 11h11Sarah Chaves, com informações da assessoria

A Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS), irá reformular o método de apuração de infrações às normas de proteção e defesa  do consumidor,  em Mato Grosso do Sul.

Uma das mudanças é a ampliação das modalidades de  reclamações que poderão se dar presencialmente, por carta, por e-mail ou outro meio de comunicação disponível no Procon Estadual.  Ressalta, também, que incluindo facilidades para as partes envolvida, as audiências de conciliação podem ser realizadas de maneira não presencial com utilização de recursos tecnológicos, desde que com transmissão de som  e imagem em tempo real.

Os acordos realizados, devidamente assinados pelo conciliador, pelas partes e duas testemunhas, serão juntados aos autos havendo possibilidade de  ocorrer mais de uma audiência de conciliação – até o limite de três – desde que haja possibilidade de composição, podendo juntar mais de um processo administrativo para apuração coletiva.

O Decreto prevê como crime de resistência, desacato ou desobediência a negativa do estabelecimento comercial que prejudique a fiscalização por equipe do Procon Estadual e que, nesses casos, poderá ser solicitado apoio policial se os fiscais entenderem necessário.

Também no documento Legal, foi inserida entre as penalidades, a pena de advertência de acordo com a capacidade econômica do infrator, desde que não seja reincidente.

Quanto a  gravidade,  as infrações passam a ser classificadas como média, grave ou gravíssima, de acordo com as circunstância da ocorrência havendo penalidades específicas a cada classificação.  

O fornecedor que, por algum motivo,  estiver em dívida devido à multa, terá direito a requerer parcelamento, sendo que ficará a cargo do superintendente, as análise de cada  caso. Os  valores arrecadados com as multas serão destinados a financiar projetos relacionados aos direitos básicos do consumidor

Entre outras novidades consta que o titular da secretaria a qual estiver vinculado o Procon, poderá expedir normas e procedimentos que possam otimizar o atendimento do órgão.

O decreto prevê que as notificações do Procon Estadual ocorrerão, preferencialmente, por meio eletrônico, e-mail no caso. 

Girafa

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Mais de 250 empregos podem ser gerados por projetos do Codecon
Cidade
Prefeitura abre pré-cadastro para vacinação de pessoas entre 18 e 29 anos
Saúde
MS recebe mais de 50 mil doses da AstraZeneca nesta quinta
Geral
Leilão do exército tem 38 caminhões, ônibus e picapes
Geral
Depac Cepol suspenderá atendimento na manhã desta sexta-feira
Geral
Motociclista invade preferencial e quase morre em acidente
Geral
Candidatos ao estágio remunerado da PGE podem conferir lista de pontuação
Geral
Vídeo: caminhão carregado de tijolos tomba "igual" Karol Conka
Geral
Capital prorroga inscrições de processo seletivo para assistente de educação infantil
Geral
Governo lança "Aqueça Uma Vida" para arrecadação de agasalhos

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio