Menu
Busca terça, 26 de janeiro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS Janeiro/21 juizado de transito
Geral

Projeto poderá proibir corte de energia do consumidor

PL foi apresentado na Assembleia Legislativa nesta sexta e passará por análise

06 dezembro 2019 - 13h58Sarah Chaves, com informações da assessoria

O Projeto de lei apresentado na Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (5), quer obrigar a concessionária de energia de Mato Grosso do Sul, atualmente a empresa Energisa, a realizar a cobrança da taxa de iluminação pública em fatura distinta do consumo mensal de energia, e a manter o serviço mesmo com o não pagamento da fatura.

O projeto é de autoria do deputado Marçal Filho (PSDB), que propôs que a concessionária pode gerar a cobrança no mesmo documento, porém “com discriminação específica e cobradas em códigos de barra diferentes”. As faturas referentes ao consumo e à taxa de iluminação pública deverão estar dispostas de forma simples e de fácil compreensão, informando de “forma correta, clara, precisa e ostensiva os valores correspondentes a cada um dos serviços prestados”.

O objetivo, segundo o autor, é que o consumidor identifique facilmente cada valor que está sendo cobrado. “A exigência atende necessidade da população, o respeito à dignidade, a proteção dos interesses econômicos e transparência e harmonia nas relações de consumo como propõe lei federal”, justificou Marçal Filho.

O projeto ainda determina que, se aprovado, ficará proibido o corte, suspensão ou interrupção do fornecimento do serviço essencial pelo não pagamento do boleto ou fatura referente à cobrança da taxa de iluminação pública, mas esta “poderá ensejar restrição ao consumidor”.

O descumprimento da lei poderá levar a multa de  R$ 29.070 a R$ 145.350. A proposta segue para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

senar janeiro21

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
"Não dá mais desisto", publicou Levi dias antes de ser encontrado morto
Geral
IPVA: Última semana com 15% de desconto à vista
Geral
Covid mata ex-presidente do Iagro, Luciano Chiochetta
Geral
OAB/MS faz primeira entrega de carteiras de 2021
Geral
Temporal derruba poste e mata 17 cabeças de gado em fazenda
Geral
Vereadores da capital farão visita técnica ao Butantan
Geral
Adolescente morre ao tentar salvar mãe e irmã em córrego
Geral
Onça solta no Pantanal já se alimentou de uma capivara e até atravessou o Rio Paraguai a nado
Geral
Após 32 anos, Faustão deixa a Globo em dezembro
Geral
Bolsonaro replica declaração do presidente do TJ-MS sobre "fique em casa"

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio