Menu
Busca quarta, 12 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
TJMS agosto/20
Geral

Reviva o Centro chega ao seu último mês de implantação

02 setembro 2012 - 08h22Reprodução / CG Notícias

Setembro é o último mês para os comerciantes da etapa final do Reviva o Centro se adequarem às novas regras estabelecidas pelo decreto 11.510, de 23 de maio de 2011. Esta etapa é delimitada pelas vias avenida Mato Grosso, rua Padre João Crippa, avenida Afonso Pena, rua Pedro Celestino, avenida Fernando Corrêa da Costa, rua Rosa Cruz, avenida Presidente Ernesto Geisel, avenida Afonso Pena e rua Rui Barbosa.

Para organizar os atendimentos aos empresários, a Prefeitura Municipal de Campo Grande dividiu em quatro a região atingida pela iniciativa e realizou vários encontros com os empresários e comerciantes durante todo o processo, inclusive em parceria com a Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Fecomércio. Cada etapa teve um prazo de quatro meses para a adequação:

- Etapa 1: de junho a setembro de 2011;
- Etapa 2: de outubro a janeiro de 2012;
- Etapa 3: de fevereiro a maio de 2012;
- Etapa 4: de junho a setembro de 2012.

Ao longo dos últimos 14 meses foi possível observar várias mudanças no centro da cidade, à medida que os comerciantes iam retirando os grandes painéis e letreiros das fachadas. Até o momento, 80% dos estabelecimentos das três primeiras etapas se adequaram e os números crescem a cada dia.

“Com certeza o Reviva o Centro é algo que já emplacou, pois apesar de termos alguns casos pontuais que geraram dúvidas, no geral a maioria nos procura com a ideia de se adequar. Até para facilitar o contato e atendimento, colocamos um arquiteto de plantão na Associação Comercial e Industrial de Campo Grande e a procura tem sido grande”, afirmou Waldiney Costa da Silva, diretor do Departamento de Controle Urbanístico e Postura da Semadur.

A quarta e última etapa do Reviva o Centro é a maior, tendo mais de 800 imóveis cadastrados. Segundo Waldiney, a prefeitura acredita que, a exemplo das etapas anteriores, os comerciantes só acabam tomando as devidas providências ao término do prazo, neste caso, no dia 30 de setembro. “Somente após esta data que será iniciada a fiscalização. E, geralmente, as pessoas só dão entrada no processo após o recebimento da notificação”.

Lembrando que a retirada da publicidade “antiga” já atende ao decreto, mas caso seja de vontade do empresário colocar uma que atenda às novas exigências, é indispensável formalizar o processo na prefeitura. Para conhecer os documentos necessários, acesse o site do Planurb e clique em Reviva o Centro.

Plano de Revitalização do Centro
O projeto Reviva o Centro traz novas regras de fachada e publicidade aos estabelecimentos localizados na Zona Especial de Interesse Cultural (ZEIC/Centro) e é uma das mais de 90 ações estratégicas do Plano de Revitalização do Centro, o qual tem a finalidade de proteger o patrimônio histórico e cultural, valorizar o espaço público e a economia da região, fomentar eventos e atividades de lazer, além de fortalecer a administração pública nas áreas de fiscalização e monitoramento da Zeic/Centro. A Orla Morena, Orla Morena 2 e Ferroviária, Praça Ary Coelho, Estação Ferroviária e revitalização do Mercado Municipal são exemplos de investimentos do Plano de Revitalização do Centro.

Via CG Notícias

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Bolsonaro corta 60% da verba destinada à Rede Globo
Geral
Ex-Ken Humano, Jessica fará reality para achar um companheiro
Geral
Veículos com final 7 e 8 tem até o fim de agosto para fazer licenciamento
Geral
Vídeo: Governador de São Paulo, João Doria está com coronavírus
Geral
Estado inicia distribuição cobertores e máscara a pessoas carentes
Geral
Fusca parte ao meio em acidente grave e os cinco ocupantes sobrevivem
Geral
MS registra 947 novos casos de coronavírus, 323 são de Campo Grande
Geral
Com modernização, Senai de Sidrolândia vai ampliar qualificação profissional
Geral
Vídeo - Trabalhador assume erro e recompensará quem levou maleta esquecida
Geral
Governo Federal corta 1/3 das verbas de segurança de MS

Mais Lidas

Polícia
Negociação com homem que tenta suicídio, dura mais de 11 horas
Polícia
AO VIVO - Homem tenta se matar no Cophavilla
Geral
Bolsonaro corta 60% da verba destinada à Rede Globo
Polícia
Agora: Homem faz família de refém e fala em suicídio