Menu
Busca quarta, 16 de outubro de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Saiba quais são as infrações de trânsito mais cometidas

Assim como cresce o número de acidentes fatais no trânsito, aumentam as medidas de coerção, como a aplicação de multas

28 janeiro 2019 - 15h16Da redação com assessoria

Nos últimos anos, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o número de acidentes fatais no trânsito aumentou de modo constante em todo o mundo. Foram 1,35 milhão de mortes registradas em 2018 – o índice mundial em 2009, por exemplo, foi de 1,2 milhão de mortos. A entidade aponta que, atualmente, o Brasil é o quinto país com mais fatalidades no trânsito.

A infração mais cometida por motoristas brasileiros é o excesso de velocidade, uma conduta de alto risco, capaz de provocar acidentes com proporções trágicas. Este comportamento, inclusive, está entre os mais praticados por condutores de diferentes categorias, sejam eles de moto, carro ou caminhão. Ultrapassar o limite de velocidade em até 20%, por exemplo, é uma infração média que rende multa de R$ 130,16.

Quando a celeridade fica entre 20% e 50% a mais que o permitido, a infração é considerada grave e a multa é de R$ 195,23. Já ao transitar o veículo com velocidade acima de 50% da prevista em lei, a infração passa a ser gravíssima e o valor é multiplicado por três (R$ 293,47 x 3 = R$ 880,41).

Além desta, confira outras infrações cometidas frequentemente por motoristas de diferentes tipos de veículos, algumas delas estão sujeitas a acréscimos no valor das multas.

Motos

Estima-se que o capacete pode prevenir cerca de 69% dos traumatismos crânio-encefálicos e 65% dos traumatismos da face em um acidente de moto. Mesmo assim, a falta de uso deste equipamento é uma das infrações mais habituais entre os motociclistas, considerada gravíssima, além de acrescentar sete pontos na carteira, com pagamento de multa de R$ 293,47 e suspensão da habilitação.

Frequente tanto nas vias das cidades quanto em estradas, a ultrapassagem pela contramão é outra infração gravíssima, com sete pontos adicionados na habilitação, porém com seu valor multiplicado por cinco (R$ 293,47 x 5 = R$ 1.467,35). Em caso de reincidência no período de até 12 meses da infração anterior, aplica-se o dobro do valor da multa.

Carros

Segundo a Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), o uso de celular ao volante é a terceira maior causa de mortes de trânsito no Brasil, perdendo em número de fatalidades somente para o excesso de velocidade e a embriaguez. A infração é gravíssima, com multa de R$ 293,47 e acréscimo de sete pontos na CNH.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Criança tem parte do pênis amputado em cirurgia de fimose
Geral
Prevenção ao abuso sexual infantil se torna lei nas escolas da capital
Geral
Vídeo - Léo Santana é barrado na Smart Fit da capital
Geral
Vídeo - Negligentes, motociclistas aumentam número de vítimas no trânsito
Geral
UEMS abre incrições de concurso para vagas de nível médio e superior
Geral
Aprovados no processo seletivo para merendeiros são convocados
Geral
Resultado de eleição para conselheiros tutelares está suspenso
Geral
Homem morre após capotar veículo diversas vezes
Geral
Após 10 anos, paraguaios são resgatados de trabalho escravo em MS
Geral
Aeroporto da capital opera sem cancelamentos e atrasos nesta manhã

Mais Lidas

Polícia
Imagens fortes - Vídeo mostra o "Fodão" executando jovem em bar
Cidade
Velório de Antônio Farias, o "Baiano", será esta noite
Justiça
TJ mantém milícia presa e grupo deve seguir para presídio federal em Mossoró
Geral
Vídeo - Homem perde controle do carro, bate em outro veículo e foge no Montevidéu