Menu
Busca sexta, 24 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Geral

Sakineh Mohammadi Ashtiani, mãe iraniana, pode ser executada a qualquer momento.

20 julho 2010 - 16h24
Uma mulher iraniana encara a morte após ser torturada por um suposto adultério. Em 2006, Ashtiani foi condenada por ter mantido .relações ilícitas. e recebeu 99 chibatadas. Desde então, esta mulher de 43 anos está na prisão, onde se retratou da confissão feita sob a coerção das chicotadas. Só recentemente é que ela foi levada ao tribunal e recebeu um novo julgamento. De novo ela foi condenada e, desta vez, apesar de já ter sofrido uma punição, foi sentenciada à morte por apedrejamento. Essa prática desumana envolve enrolar firmemente a mulher, da cabeça aos pés, com lençóis brancos, enterrá-la na areia até os ombros e golpeá-la à morte com pedras grandes. Ontem, no final da tarde, o governo do Irã negou a informação de que Ashtiani seria executada por apedrejamento, embora sua sentença de morte ainda possa ser levada a cabo por outro método, provavelmente o enforcamento. Os ativistas dos direitos humanos no Irã, incluindo a Anistia Internacional, duvidam da veracidade dessa declaração e continuam preocupados com o destino de Ashtiani. Não podemos deixar Ashtiani tornar-se mais uma vítima do tratamento aviltante e desumano dispensado às mulheres no Irã, que se tornou uma realidade cotidiana. Faça sua voz ser ouvida e encoraje outras pessoas a fazer o mesmo Tome uma atitude contra a prática do apedrejamento; tome uma atitude contra o abuso de mulheres, assine esta petição. Assine aqui http://www.liberdadeparasakineh.com.br/ o manifesto eletrônico e ajude a impedir este ato de crueldade. http://www.liberdadeparasakineh.com.br/

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Sedhast abre inscrição para capacitar novos conselheiros tutelares
Geral
CCZ anuncia primeira feira de adoções de pets de 2020
Geral
Vivo lidera número de reclamações entre serviços de telefonia
Geral
Mega Sena de Verão deve sortear R$35 milhões
Geral
INSS da 26 de Agosto está fechado por falta de luz
Geral
"Tempo de espera abusivo", diz Procon-MS sobre agências bancárias
Geral
Andreia Rios grava DVD com atração nacional nesta quarta
Geral
Nova diretoria do Sindifisco define metas
Geral
Homem procura por familiares em Mato Grosso do Sul
Geral
Engenheiro morre em acidente com caminhonete e locomotiva

Mais Lidas

Oportunidade
Funtrab fecha a semana com diversas vagas na capital
Brasil
Bolsonaro não recriará Ministério da Segurança
Polícia
Bebê de um ano é estuprada pelo primo de 15 anos e passa por cirurgia
Polícia
Casal sul-mato-grossense é vítima de latrocínio no Mato Grosso