Menu
Busca sexta, 22 de novembro de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Sanesul com André, supera a de Zeca

13 junho 2010 - 06h54
A empresa de saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) divulgou no início do mês um relatório para apresentar os investimentos e serviços que tem realizado em todo o Estado. No documento consta que estão sendo investindos desde 2007, R$ 420 milhões em saneamento, em todos os municípios do Estado, sendo que deste total, 60% são recursos da Sanesul e do Governo do Estado e 40% do Governo Federal. A empresa atende hoje, 121 localidades, sendo 68 municípios e 53 distritos. O relatório das atividades desenvolvidas pela empresa confirmam a atuação realizada, sob a administração do governo André Puccinelli. Foi possível a construção de 1.600 quilômetros de redes de distribuição de água potável e coleta de esgoto sanitário, tendo dobrado a coleta existente, que passou de 868 km para 2.022 km, o que representa um crescimento de 132% para MS. Segundo a assessoria o objetivo é que o número de ligações domiciliares de esgoto cresça ainda mais, alcançando 145%. Está em andamento a implantação, ampliação e reabilitação de 18 estações de tratamento de água e construção de 17 novas unidades de tratamento de esgoto, sendo que do montante investido pela empresa, R$ 181,5 milhões foram destinados para obras no sistema de Água e R$ 238,6 milhões para os sistemas de captação e tratamento de esgoto. Comparativo Para se ter uma idéia, os investimentos feitos pela Sanesul nos últimos quatro anos, chegam a ser cinco vezes maior do que a soma de tudo o que foi investido pela empresa nos oito anos de gestão do ex-governador, Zeca do PT, quando as cifras alcançaram R$ 84 milhões no período de 1999 a 2006. Os investimentos foram evidenciados também: nas reformas de 178 reservatórios metálicos e de fibra de vidro; aquisição 222.200 novos hidrômetros, construção de 12 novos escritórios para atendimento ao cliente; aquisição de 160 novos veículos, dos quais 32 caminhões, 30 motocicletas, 14 retro escavadeiras e 76 veículos utilitários. Na gestão do governador André Puccinelli foram adquiridos mais que o dobro de veículos do governo anterior que chegou a 75. Desde o início da administração do governador André Puccinelli, a Sanesul tem resolvido históricos problemas de falta de água. Já foram atendidas 16 localidades, sendo 13 municípios e três distritos. Corumbá Para o Município estão garantido recursos no valor de R$ 84,9 milhões, sendo R$ 54 milhões do PAC e R$ 20,9 de um financiamento firmado com a Caixa Econômica Federal (CEF). Na gestão petista, o total investido foi de R$ 4,3 milhões. As obras já estão em andamento e irão atender uma das necessidades antigas dos moradores que é melhorar o fornecimento para a parte alta da Cidade. Além disso, a Sanesul está investindo mais de R$ 4 milhões, com objetivo de levar água tratada e coleta e tratamento de esgoto para 1200 casas que serão construídas pela Agência Estadual de Habitação (Agehab). Com estas benfeitorias, Corumbá passa de 0% de esgoto tratado para 80% de atendimento e as obras devem estar concluídas em 2012. Dourados Na segunda maior cidade do Estado, o saneamento realizado pela Sanesul deve beneficiar 100 bairros e já está com 55% das obras concluídas. Os investimentos do PAC foram de R$ 54,2 milhões e da Sanesul, R$ 64 milhões, enquanto que no governo passado, o valor chegou a R$ 11 milhões. Dourados está recebendo 381 quilômetros de novas redes coletoras e 120 quilômetros de novas redes de distribuição de água potável. No Município o atendimento de esgoto vai saltar de 20% de atendimento para 65%. Três Lagoas Para o município de Três Lagoas, a Sanesul está aplicando R$ 40 milhões, visando acabar com os problemas de falta de água em diversos bairros. A rede de esgoto terá crescimento de 130%, passando de 68 para 156 quilômetros. Além disso será construído um "emissário" que deve transportar o esgoto tratado até o rio Paraná, desafogando o córrego da Onça que atualmente recebe todos os resíduos. Ponta Porã Em Ponta Porã o andamento das obras já passa de 73%, com investimentos do PAC em R$ 9,8 milhões e da Sanesul com R$ 20 milhões. Comparando com a gestão anterior, a administração atingiu R$ 4,3 milhões. Além disso, serão substituídos 18 km de redes de água e implantadas mais 40 km. Com relação a rede de esgoto estão sendo construídas 84 quilômetros de redes e realizadas 3.740 ligações.
Athus Ingles

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Marquinhos diz que “em breve” anuncia data do 13º
Geral
Energisa desmente fake news e garante energia na final da Libertadores
Geral
Empresa que reformará três terminais da capital foi definida
Geral
Raiva bovina é identificada no MS após 14 anos
Geral
Chiquinho e Pablo de Barros disputam diretoria do Sindifiscal-MS neste sábado
Geral
Projeto de lei sugere 100 SMS grátis para clientes de telefonia celular
Geral
Aeroporto da capital opera sem atrasos e cancelamentos nesta manhã
Geral
Saque de FGTS para nascidos em junho e julho começa nesta sexta-feira
Geral
Servidores municipais terão folga nos dias 24 e 31 de dezembro
Geral
Funcionária temporária não terá direito à estabilidade se engravidar, diz TST

Mais Lidas

Internacional
FIM DO MISTÉRIO – Gugu está vivo
Internacional
GUGU: Famosos lamentam morte, mas não há comunicado oficial
Polícia
Filho mata o pai que chegou bêbado em casa
Polícia
Mãe que segurava filha para ser estuprada pelo padrasto é presa