Menu
Busca quinta, 09 de abril de 2020
(67) 99647-9098
TJMS Topo
Geral

Sanesul com André, supera a de Zeca

13 junho 2010 - 06h54
A empresa de saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) divulgou no início do mês um relatório para apresentar os investimentos e serviços que tem realizado em todo o Estado. No documento consta que estão sendo investindos desde 2007, R$ 420 milhões em saneamento, em todos os municípios do Estado, sendo que deste total, 60% são recursos da Sanesul e do Governo do Estado e 40% do Governo Federal. A empresa atende hoje, 121 localidades, sendo 68 municípios e 53 distritos. O relatório das atividades desenvolvidas pela empresa confirmam a atuação realizada, sob a administração do governo André Puccinelli. Foi possível a construção de 1.600 quilômetros de redes de distribuição de água potável e coleta de esgoto sanitário, tendo dobrado a coleta existente, que passou de 868 km para 2.022 km, o que representa um crescimento de 132% para MS. Segundo a assessoria o objetivo é que o número de ligações domiciliares de esgoto cresça ainda mais, alcançando 145%. Está em andamento a implantação, ampliação e reabilitação de 18 estações de tratamento de água e construção de 17 novas unidades de tratamento de esgoto, sendo que do montante investido pela empresa, R$ 181,5 milhões foram destinados para obras no sistema de Água e R$ 238,6 milhões para os sistemas de captação e tratamento de esgoto. Comparativo Para se ter uma idéia, os investimentos feitos pela Sanesul nos últimos quatro anos, chegam a ser cinco vezes maior do que a soma de tudo o que foi investido pela empresa nos oito anos de gestão do ex-governador, Zeca do PT, quando as cifras alcançaram R$ 84 milhões no período de 1999 a 2006. Os investimentos foram evidenciados também: nas reformas de 178 reservatórios metálicos e de fibra de vidro; aquisição 222.200 novos hidrômetros, construção de 12 novos escritórios para atendimento ao cliente; aquisição de 160 novos veículos, dos quais 32 caminhões, 30 motocicletas, 14 retro escavadeiras e 76 veículos utilitários. Na gestão do governador André Puccinelli foram adquiridos mais que o dobro de veículos do governo anterior que chegou a 75. Desde o início da administração do governador André Puccinelli, a Sanesul tem resolvido históricos problemas de falta de água. Já foram atendidas 16 localidades, sendo 13 municípios e três distritos. Corumbá Para o Município estão garantido recursos no valor de R$ 84,9 milhões, sendo R$ 54 milhões do PAC e R$ 20,9 de um financiamento firmado com a Caixa Econômica Federal (CEF). Na gestão petista, o total investido foi de R$ 4,3 milhões. As obras já estão em andamento e irão atender uma das necessidades antigas dos moradores que é melhorar o fornecimento para a parte alta da Cidade. Além disso, a Sanesul está investindo mais de R$ 4 milhões, com objetivo de levar água tratada e coleta e tratamento de esgoto para 1200 casas que serão construídas pela Agência Estadual de Habitação (Agehab). Com estas benfeitorias, Corumbá passa de 0% de esgoto tratado para 80% de atendimento e as obras devem estar concluídas em 2012. Dourados Na segunda maior cidade do Estado, o saneamento realizado pela Sanesul deve beneficiar 100 bairros e já está com 55% das obras concluídas. Os investimentos do PAC foram de R$ 54,2 milhões e da Sanesul, R$ 64 milhões, enquanto que no governo passado, o valor chegou a R$ 11 milhões. Dourados está recebendo 381 quilômetros de novas redes coletoras e 120 quilômetros de novas redes de distribuição de água potável. No Município o atendimento de esgoto vai saltar de 20% de atendimento para 65%. Três Lagoas Para o município de Três Lagoas, a Sanesul está aplicando R$ 40 milhões, visando acabar com os problemas de falta de água em diversos bairros. A rede de esgoto terá crescimento de 130%, passando de 68 para 156 quilômetros. Além disso será construído um "emissário" que deve transportar o esgoto tratado até o rio Paraná, desafogando o córrego da Onça que atualmente recebe todos os resíduos. Ponta Porã Em Ponta Porã o andamento das obras já passa de 73%, com investimentos do PAC em R$ 9,8 milhões e da Sanesul com R$ 20 milhões. Comparando com a gestão anterior, a administração atingiu R$ 4,3 milhões. Além disso, serão substituídos 18 km de redes de água e implantadas mais 40 km. Com relação a rede de esgoto estão sendo construídas 84 quilômetros de redes e realizadas 3.740 ligações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Atenção: Links falsos do auxílio emergencial chegam a 6,7 milhões de brasileiros
Geral
Reinaldo pede consciência para vencer a pandemia mais rápido
Geral
Escritor Olavo diz que Mandetta deveria ser preso por esconder cura para coronavírus
Geral
Empresas de turismo não podem cobrar multa para remarcar reserva, diz Procon-MS
Geral
Na maior crise da história, tarifa de energia sobe; no MS reajuste chegará em julho
Geral
WhatsApp limita o encaminhamento de mensagens a uma por vez
Geral
Dilma afirma que Bolsonaro é incapaz de enfrentar coronavírus
Geral
UPA Vila Almeida é evacuada após princípio de incêndio
Geral
Funsat volta a abrir as portas nesta terça-feira
Geral
Encontrada - Letícia está bem, passou dias em uma chácara e não avisou

Mais Lidas

Cidade
Abertura de academias só será definida na próxima semana
Cidade
Estado lança plataforma para mulheres em situação de violência
Política
Conselho do Direitos da Mulher repudia fala do vereador Delegado Wellington
Cidade
Marquinhos ameaça parar transporte público se continuar com passageiros em pé