Menu
Busca terça, 26 de outubro de 2021
(67) 99647-9098
Gov 44 anos
Geral

Secretário esclarece que o governo não vai reduzir salário de servidores

Mato Grosso do Sul não vai reduzir a jornada de trabalho e nem cortar o salário dos servidores públicos, segundo o governo

08 fevereiro 2019 - 08h30Da redação com assessoria

Depois de divulgação de notícias de que o Governo do Estado teria assinado uma carta pedindo ao Supremo Tribunal Federal a redução nos salários dos servidores, uma nota foi divulgada no site oficial do governo, dizendo que não haverá a tal redução.

O secretário de Estado de Fazenda, Felipe Mattos, explicou que Mato Grosso do Sul assinou um posicionamento jurídico com outros oito estados defendendo a legalidade da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Conforme o Portal do MS, a carta endereçada ao Supremo Tribunal Federal (STF) é assinada também pelos estados de Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Goiás, Paraná, Ceará, Alagoas e Pará.
Em explicação, a nota diz que uma medida cautelar suspendeu dispositivos da LRF que permitiam a redução da jornada e do vencimento para casos em que o gasto com pessoal ultrapasse o limite estabelecido pela legislação. No entanto, isso não se aplica a Mato Grosso do Sul porque o estado não ultrapassou esse limite.

“Não tem nenhum estudo para redução de salário e Mato Grosso do Sul não se enquadra nessa situação”, disse o secretário Felipe Mattos.

O mérito da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) deverá ser julgado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) no próximo dia 27.

 

Unica - primavera

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
AJUDA: Casa que abriga mais de 70 animais é destelhada com temporal no Seminário
Geral
JD1TV: Funcionário do Carrefour de Campo Grande é humilhado por gerente
Geral
JD1TV: Motociclista cai após ficar em pé em moto em movimento
Geral
Cartórios de MS começam a receber denúncias de violência contra a mulher
Geral
Menina que sonha em ser policial tem surpresa de militares em aniversário na capital
Geral
Bolsonaro propaga Fake News sobre a vacina e tem live removida do Facebook
Geral
Licenciamento de veículos com placa final zero deve ser pago até sexta
Geral
Trabalho remoto foi mais recorrente para quem tinha curso superior
Geral
Morre Odilson Arruda Soares, ex-prefeito de Bonito
Geral
Ninguém acerta a Mega-Sena e próximo concurso deve pagar R$ 33 milhões

Mais Lidas

Internacional
Mulher mata marido a machadadas após o flagrar estuprando sua filha de 5 anos
Vídeos
JD1TV: Corna vai tirar satisfação com amante do marido e 'pau come' solto
Polícia
Em uma noite, polícia atende três ocorrência envolvendo suicídio
Geral
JD1TV: Funcionário do Carrefour de Campo Grande é humilhado por gerente