Menu
Busca terça, 18 de junho de 2019
(67) 99647-9098
Geral

"Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência" começa nesta sexta-feira

América Latina ocupa o segundo lugar com o maior índice de meninas grávidas entre os 15 e 19 anos de idade

01 fevereiro 2019 - 14h52Marcos Tenório, com assessoria

O dia 1º de fevereiro marca o início da "Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência". Em análise com o restante do mundo, a América Latina ocupa o segundo lugar com o maior índice de meninas grávidas entre os 15 e 19 anos de idade.

Com o objetivo de prevenir e alertar toda a população jovem dos cuidados que devem ser tomados, a Unimed Campo Grande convidou a ginecologista e obstetra, Rubia Loureiro, para explicar sobre o assunto. Ela comenta que quando a menina se torna mãe com tão pouca idade, o que mais preocupa é como será a vida, já que perdendo grande parte de sua juventude, normalmente, essas adolescentes abandonam a escola ou acabam em relacionamentos conjugais forçados que não oferecem uma boa base e nem estabilidade.

“Elas pulam uma etapa importante da vida. São obrigadas a agirem como adultas de uma hora para outra. Por isso, necessitam de muito suporte para passar por todas essas mudanças e não saírem prejudicadas na vida” esclarece Rubia.

Além de apresentar os riscos comuns de uma gravidez, uma jovem ainda em desenvolvimento emocional e físico pode apresentar elevação da pressão arterial, crises convulsivas e também depressão pós-parto caso não tenha o acompanhamento profissional durante o período gestacional.

“Os riscos para o bebê estão associados aos cuidados ineficientes pela imaturidade materna e falta de estímulos na primeira idade. Comprometendo a saúde física e mental do binômio materno-fetal”, explica a obstetra.

O aumento da vulnerabilidade social de uma mãe precoce é causado, principalmente, pelos fatores como, pobreza, desligamento das atividades do cotidiano e a falta de acesso à informação e a métodos contraceptivos.

A Semana de Prevenção da Gravidez na Adolescência foi criada justamente para informar e conscientizar o máximo de jovens, para que consigam diminuir estes altos índices e também oferecer às mães uma oportunidade de ressocialização, sem preconceitos.

Prefeitura prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Supermercados são flagrados comercializando produtos vencidos
Geral
Setor produtivo e Fiems discutem diretrizes para o FCO 2020
Geral
Na Capital, Luíza Brunet será empossada Embaixadora do "Mãos EmPENHAdas"
Geral
Com empenho de voluntários, instituto qualifica índios em informática
Geral
Brasil será representado por jovemde 15 anos em fórum na Bélgica
Samila coordenou projeto-piloto sobre discriminação contra crianças e adolescentes
Geral
Após bater em rotatória, universitário capota veículo em Ponta Porã
Geral
Amigos se reúnem para cozinhar e promover o bem em projeto social
Geral
Estado libera R$ 871 mil para recuperação de avenida de Dourados
Geral
Festival de gastronomia alia conhecimento e cultura sul-mato-grossense
Geral
Aral Moreira: revisão eleitoral e cadastramento biométrico seguem até o dia 24

Mais Lidas

Polícia
Vídeo - Fazendeiro morre prensado pela própria caminhonete
Polícia
"Chucky" é encontrado morto em comércio
Polícia
Dez morrem e oito ficam feridos em confronto de facções em presídio
Brasil
Filho de deputada é preso durante enterro do pai no RJ