Menu
Busca sábado, 23 de janeiro de 2021
(67) 99647-9098
Governo Futebol
Geral

Servidores do Incra são denunciados por forjar certidões de lotes

05 abril 2011 - 15h52Arquivo

O MPF (Ministério Público Federal) denunciou quatro servidores do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), em Dourados, que forjavam certidões de lotes de assentamentos.

De acordo com o MPF, eles cobravam R$ 3 mil para emitir documentos legais de lotes que tinham sido vendidos ilegalmente por assentados.

Eles foram denunciados pelos crimes de corrupção passiva, fraude processual e falsidade ideológica.

Conforme o MPF, a denúncia é resultado de investigações da PF (Polícia Federal) sobre possíveis alienações de lotes pelos assentados.

No decorrer das investigações, a PF descobriu que havia o pagamento de propina a funcionários públicos para a emissão de declarações falsas.

Proprietários de um terreno, receosos com a possibilidade da descoberta da alienação de suas terras, e consequente perda da área, tentaram comprar atestados de regularidade dos lotes.

Sem saber que já estavam sendo investigados, eles pediram ao líder do assentamento que intermediasse junto aos servidores do Incra em Dourados a confecção de uma certidão ideologicamente falsa.

A certidão foi produzida e apresentada pelos assentados em depoimento à polícia. Comprovou-se que os servidores do Incra cobraram propina de R$ 3 mil para a confecção e entrega da declaração.

Vendas de lotes- O MPF denunciou só no assentamento Estrela do Sul, 20 trabalhadores rurais por compra e venda de terras. Lotes chegaram a ser comercializados por R$ 35 mil.

Segundo a legislação brasileira, é proibida a venda de terras pelos assentados. Além disso, a invasão de terras públicas, com o intuito de ocupação, é crime, com pena de seis meses a um ano de detenção.

Este tipo de fiscalização tem que ser feita em todos os assentamentos do MS, pois todos eles tem algum tipo de irregularidade. Desde a entrega de material para a construção das casa ate a distribuição de verbas.

Com informações do jornal Campo Grande News.

senar janeiro21

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Apostadores da Mega-Sena concorrem a prêmio de R$ 22 mi neste sábado
Geral
Onça resgatada em incêndio na Serra do Amolar é devolvida ao Pantanal
Geral
Energisa e Marinha inauguram centro para capacitação de militares
Geral
Vídeo: Gato 'bate' em criança para ela não subir na janela
Geral
Estudante brasileira de 16 anos descobre asteroide durante pesquisa
Geral
AO VIVO: Posse do novo presidente do TJ, Carlos Contar
Geral
Prefeitura convoca motoristas aprovados em processo seletivo de 2019
Geral
Caso Flordelis: filha admite participação em crime e revela assédios do pastor
Geral
Galinhada beneficente pode ajudar a tratar câncer de útero de Verônica
Geral
Com 25 anos, secretária de saúde de Sonora fura fila da vacina

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio