Menu
Busca terça, 26 de março de 2019
(67) 99647-9098
TJMS março-19
Geral

Sistema de registro biométrico entra em vigor dia 19 nas autoescolas

31 agosto 2011 - 15h33

A identificação biométrica dos alunos para evitar fraudes no curso teórico para obtenção da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) será instalada a partir do dia 15 de setembro nas autoescolas de Campo Grande. O treinamento vai até o dia 16, com implantação efetiva no dia 19.

A exigência do sistema iBio foi publicada no início de agosto. Com ele, os alunos serão monitorados por câmera, além de leitura das impressões digitais.

De acordo com a assessoria do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), a adesão ao sistema será feita por lotes, de dez em dez centro de ensinos, até chegar aos 46 locais.

No período de um mês, vão funcionar de forma simultânea o sistema tradicional – em que o aluno assina a lista de presença – e o iBio. "Quando estiver em todas, vai ser desligado o sistema antigo", afirma o presidente do sindicato dos CFCs (Centro de Formação de Condutores), Wagner Prado.

De acordo com ele, os centros terão custo entre R$ 300 e R$ 450 para se adequar ao iBio Gerenciamento de Aulas e iBio Validação Biométrica. A poucos dias da implantação e teste do novo sistema, os donos de autoescolas ainda correm atrás da compra do leitor biométrico, que fará a leitura das digitais.

"O aparelho mais caro é o da biometria, que custa uns R$ 300 e vamos ter que comprar", afirma a sócia-proprietária do CFC São Cristóvão, Keila Ferreira Farias.

As dez primeiras autoescolas que terão o sistema implantado são: Alfa, Alternativa, Campo Grande, Grand Prix (Aero Rancho), Grand Prix ( Mata do Jacinto), Kapital Pioneira, Kapital Tiradentes, Lacerda (Jardim Leblon), São Cristóvão e Vitória (Coophavila II).

Novidade - Para abrir a aula, o instrutor vai registrar sua digital no leitor biométrico e, em seguida, todos os alunos. De forma aleatória, no decorrer do tempo previsto de duração do módulo de estudo, o sistema vai sortear algumas pessoas para revalidarem a presença com nova leitura das digitais.

Ao término da aula, todos devem fazer novo registro. A tolerância será de dez minutos depois do horário programado para a aula, com recálculo do tempo.

O Centro de Formação que não cumprir as novas exigências poderá ser punido com advertência, suspensão de atividades, cancelamento do registro e da licença funcional dos profissionais vinculados ou responder processo administrativo.

De acordo com o Detran, depois de Campo Grande, o sistema será implantado em Dourados e Três Lagoas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Flávio Muniz traz para Campo Grande a palestra "Fortuna Digital"
Geral
Caso Marielle tem novo delegado responsável
Geral
Decreto de Reinaldo garante proteção dos rios de Bonito e Jardim
Geral
Indígenas liberam ponte após negociação
Geral
Jornalistas promovem workshop “Inove sua imagem”, na capital
Geral
Segue aberto prazo para cadastro na Agehab
Geral
Lances para leilão no Detran encerram nesta segunda
Geral
Governo divulga resultado do 37º Curso de Formação da Agepen
Geral
Índios fecham ponte que liga Paraná ao Mato Grosso do Sul
Geral
Cantor sertanejo morre em acidente na BR-163

Mais Lidas

Geral
Cantor sertanejo morre em acidente na BR-163
Polícia
Imagem Forte - Homem é executado com mais de 20 disparos em Ponta Porã
Política
Vídeo - Deputado apanha de vereador e sai machucado
Polícia
Trabalhadores encontram corpo no rio Anhanduí