Menu
Menu
Busca quarta, 24 de julho de 2024
TJMS Jul24
Geral

Supermercado Real é autuado por vender produtos impróprios ao consumo

Outras irregularidades foram constatadas e o Procon MS notificou o estabelecimento

20 dezembro 2018 - 07h40Da Redação    atualizado em 20/12/2018 às 08h04

Após denúncias dos consumidores, a equipe de fiscalização da Superintendência para orientação e Defesa do Consumidor (Procon-MS), órgão ligado à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast) esteve nesta quarta-feira (19) no supermercado Real localizado no jardim São Conrado na capital e constatou várias irregularidades.   

Durante a deligência foram constatadas divergência entre preços nas gôndolas e os cobrados nos caixas,  gêneros alimentícios com prazo de validade vencido e  expostos à venda, produtos sem especificação de  datas de vencimento ou ingredientes que os compõem além de embalagens deterioradas, amassadas ou contendo furos. No item que trata de divergências de preços predominaram produtos de higiene e limpeza  tais como creme dental especial, tira manchas e amaciante de roupas, além de espiral contra mosquitos e emulsificante.

Com prazo de validade expirado, destaque para 33 embalagens de batata palha vencidos desde o início de dezembro, 18 unidades de sucos de frutas,  oito  pacotes de farofa de mandioca e nove embalagens  de ração para cães adultos. Entretanto, vários outros produtos também estavam impróprios para o consumo, em função do vencimento. Entre estes, açúcar demerara, gergelim, sementes de linhaça, molho para churrasco, potes de palmito.

Foram encontrados 17 pacotes de coração de frango armazenados em temperatura acima da recomendada, de 12 graus negativos. O ambiente  estava em 6 graus positivos.  Vários produtos, entre os quais torresmo fatiado, aspargos, farelo de aveia, pipoca doce e noz moscada, água de coco e milho verde  não continham quaisquer informações sobre procedência, prazo de validade ou estavam com embalagens danificadas, amassadas ou contendo furos.

O Procon-MS autuou o supermercado que poderá resultar em multa, e descartou os produtos impróprios para o consumo em presença de representantes do estabelecimento.

“A população está se conscientizando dos seus direitos. As  reclamações e denúncias  têm aumentado consideravelmente e, nós do Procon Estadual procuramos  das toda a atenção possível para que possamos coibir abusos de comerciantes e retirar de circulação produtos sem condição de consumo”, afirma Marcelo Salomão, Superintendente para Orientação e Defesa do Consumidor.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos
Geral
Sistema Eletrônico de Informações do governo é hackeado e está fora do ar
Bilhete deixado pela mulher ao abandonar o bebê
Geral
JD1TV: Mulher abandona bebê com bilhete em hospital
Conselheiro Jerson Domingos -
Justiça
Jerson Domingos recorre ao TJ para manter ação da Operação Omertà na Justiça de MS
Aviso do dia 19 de julho no Aeroporto Internacional de Hong Kong
Geral
'Apagão cibernético' mundial foi causado por bug, diz CrowdStrike
Vereador Claudinho Serra
Interior
Ex-chefe de gabinete de Claudinho Serra contesta acusações da Operação Tromper
Ainda dá tempo: Artistas têm prazo maior para se inscrever no concurso do TJ
Geral
Ainda dá tempo: Artistas têm prazo maior para se inscrever no concurso do TJ
Prefeito de Ladário, Iranil de Lima Soares  -
Interior
MP investiga possível nepotismo na nomeação de companheira do prefeito em Ladário
Bilhete da Mega-Sena em Casa lotérica
Geral
Ninguém acerta e Mega-Sena acumula subindo para R$ 65 milhões
Giroto e Rachel apostam em perícia para comprovar origem lícita de patrimônio milionário -
Justiça
Perita se defende sobre laudo que Giroto diz ser "imprestável"
Foto: Álvaro Rezende
Geral
Com clima instável, Pantanal tem 'suspiro' com nova diminuição de focos de incêndios

Mais Lidas

Cabo da PMMS é condenado por realizar "bicos" durante licença médica
Justiça
Cabo da PMMS é condenado por realizar "bicos" durante licença médica
Escola Sesi oferta 104 vagas de gratuidade integral na educação básica
Educação
Escola Sesi oferta 104 vagas de gratuidade integral na educação básica
Lulu Oliveira
Comportamento
Aos 41 anos, Lulu Oliveira representará MS no Miss Universo Brasil 2024
Sala de atendimento da DEPCA
Polícia
Adolescente é esfaqueado pela mãe e fica com as vísceras expostas na Capital