Menu
Busca segunda, 12 de abril de 2021
(67) 99647-9098
Governo Balada - topo - abril21
Geral

Termina confusão na Penitenciária de Segurança Máxima

03 maio 2011 - 09h03Ricardo Campos Jr

Terminou por volta das 13h15 de ontem, a confusão de dois internos da Penitenciária de Segurança Máxima em Campo Grande. Carlos Henrique da Silva, o Danone, e Adilson Pereira, se entregaram aos policiais da Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais (Cigcoe) e aos agentes penitenciários, após a chegada ao local de familiares e de advogados. Os dois foram encaminhados para a 3ª Delegacia de Polícia Civil, onde devem ser autuados por crimes como ameaça e porte ilegal de arma, entre outros.

Segundo o diretor-presidente da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), Deusdete Souza de Oliveira Filho, a confusão começou por volta das 11 horas. Carlos Henrique e Adilson Pereira teriam simulado dores e pedido remoção do pavilhão 2 do presídio para a ala da saúde. Na transferência entre um setor e outro, quando passavam pelo pátio do estabelecimento penal, Carlos Henrique teria tentado chegar ao portão, mas acabou sendo contido pelos agentes, que preventivamente acionaram o alarme de fuga.

Quando os dois detentos chegaram a ala de saúde, Carlos Henrique sacou uma arma, uma pistola 635 e redeu diretamente duas pessoas, sendo que outras oito estavam no ambiente, entre médicos, assistentes sociais, dentistas e agentes. Somente após a negociação intermediada pelo Cigcoe é que os detentos se entregaram, libertando os reféns.

De acordo com o diretor-presidente da Agepen, um pente-fino de rotina foi realizado na sexta-feira na unidade penal e não foi encontrado nada. Ele acredita que a arma utilizada pelo detento na tentativa de fuga possa ter entrado no presídio desmontada e lembra que somente neste fim de semana, entre 600 e 700 pessoas, passaram pela unidade penal nos dois dias de visita (sábado e domingo).

Deusdete disse no fim do motim, que acredita que a tentativa de fuga dos detentos foi um ato isolado e que por conta desse entendimento não será realizada nenhuma ação extra como medida preventiva de segurança, como, por exemplo, um novo pente-fino no presídio. Ele revelou ainda que a unidade abriga atualmente cerca de 1.700 internos .

Três pessoas detidas

Em meio a ação para conter a confusão, o Cigcoe reforçou a segurança no entorno do presídio. Três pessoas chegaram a ser detidas para averiguação em ruas próximas a penitenciária. Elas estavam em dois carros, um deles teria acelerado para tentar escapar da abordagem e com um dos ocupantes foi encontrada uma arma de fogo. Ele foi conduzido para uma delegacia de polícia civil para ser autuado por porte ilegal de arma.

Com informações do Portal RMT.

APP JD1_apple

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
“A Terra é azul”: há 60 anos, o homem chegava à órbita do planeta
Geral
Arthur, Fiuk ou Thaís, quem deve ser eliminado do BBB essa semana ?
Geral
Bonito abre 100% dos atrativos seguindo os protocolos de biossegurança
Geral
Longen defende investimentos na indústria para manutenção de empregos
Geral
Declaração do Imposto de Renda pode ser entregue até 31 de maio
Geral
Em manifestação pacífica, motoristas pedem prioridade na vacinação
Geral
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em março
Geral
Sem usar máscara, Ratinho é vacinado contra a Covid-19
Geral
Familiares de Paulinho do Rádio, dizem que ele não morreu e aguardam exames
Geral
Ninguém acerta e Mega-Sena deve pagar R$ 33 milhões no próximo concurso

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio