Menu
Busca quarta, 16 de janeiro de 2019
(67) 99647-9098
IPVA Grande
Geral

TJMS derruba liminares que suspendiam cobrança de 14% de servidores

16 maio 2018 - 15h59Da redação com Dourados News

O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) derrubou três liminares que suspendiam a cobrança de 14% da contribuição previdenciária dos servidores estaduais, fixada por lei aprovada pelos deputados estaduais na Assembleia Legislativa em 2017. A decisão foi do desembargador Divoncir Schreiner Maran.

De acordo com Dourados News, o magistrado acolheu os argumentos apresentados pelo Estado, entre eles o de que não aplicação da nova alíquota traria sérios prejuízos à ordem administrativa e econômica.

Segundo o site, para Maran, os argumentos apresentados pelo Estado no pedido de suspensão das liminares comprovam que o déficit nas contas da previdência seria agravado com a suspensão do recolhimento dos 14% da contribuição à Agência de Previdência de Mato Grosso do Sul.

Em seu despacho, o desembargador cita que o dano potencial chegaria a R$ 8,2 milhões por mês e informa que MS tem o dever de zelar pela promoção do bem comum. 

“Nessa conjuntura de comprometimento da economia pública, compreendida enquanto direito social e dever do Estado na adoção de medidas que visem à promoção do bem comum pela distribuição e manutenção dos serviços públicos, a suspensão das liminares ora combatidas privilegia o interesse público, porquanto assegura o cumprimento de uma lei estadual válida e eficaz, aprovada após o regular processo legislativo, com o objetivo de amenizar o desequilíbrio das contas da previdência estadual”, informa Divoncir Maran em seu despacho.

Ainda conforme Dourados News, as liminares haviam sido concedidas em ações ingressadas pela Associação dos Defensores Públicos do Estado de Mato Grosso do Sul, Associação dos Docentes da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul e Associação Sul-mato-grossense de Membros do Ministério Público.

Sesc Novo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Pais devem verificar "abusos" em lista de materiais escolares, diz Procon
Geral
Porta voz de Bolsonaro foi comandante de regimento em MS
Geral
“Não compensa”, diz sindicalista sobre tempo integral no governo
Geral
Cachorro tem boca "selada" com fita adesiva, em Rio Brilhante
Geral
Abelhas matam idosa de 81 anos
Geral
Serviços do Detran estão fora do ar nesta segunda
Geral
Sargento morre após helicóptero da PM cair durante patrulha
Geral
Alvará ambiental para bares da capital é tema de discussão
Geral
Bolsonaro comemora prisão de Battisti e diz que “Justiça será feita”
Geral
Mega acumula e pode pagar R$ 25 mi na terça-feira

Mais Lidas

Polícia
Após corte de energia em “região proibida”, dois funcionários são executados
Polícia
Suspeito de matar merendeira já foi preso por morder genitália de vizinha
Geral
“Não compensa”, diz sindicalista sobre tempo integral no governo
Cidade
Motorista de ônibus morre em acidente na BR-163