Menu
Busca sexta, 20 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Governo Segurança
Internacional

Argentinos vão às urnas em eleições primárias no domingo

Votação funciona como um filtro, pois elimina as candidaturas que não alcancem 1,5% dos votos

09 agosto 2019 - 17h15Rauster Campitelli, com informações da Agência Brasil

Os argentinos vão às urnas no domingo (11) para definir os partidos e candidatos habilitados a participar das eleições gerais, em outubro. Estão proibidos no país quaisquer atos de campanha desde as 8h da manhã de hoje. Conhecida como Paso (Primárias, Abertas, Simultâneas e Obrigatórias), a votação de domingo serve como uma pesquisa nacional para definir os principais concorrentes às eleições de 27 de outubro.

O processo, além de definir quem serão os candidatos a presidente e vice-presidente, servirá para apontar os candidatos a renovar um terço do Senado (24 vagas) e a metade das cadeiras da Câmara dos Deputados (130). Em algumas províncias, como Buenos Aires, serão definidos ainda os candidatos a governador. Poderão concorrer às eleições apenas as forças políticas que conquistarem, pelo menos, 1,5% dos votos.

Esse tipo de votação é realizada sempre no segundo domingo de agosto e funciona como um filtro, pois elimina as candidaturas que não alcancem o piso citado. A votação, que será realizada entre as 8h e às 18h, é obrigatória para todos os argentinos com idade entre 18 e 70 anos que estão registrados no sistema eleitoral. A participação é optativa apenas para os jovens de 16 e 17 anos e para os maiores de 70 anos.

Cerca de 34 milhões de eleitores estão habilitados para votar nas 185 mil urnas distribuídas pelo país, em mais de 14 mil colégios. De acordo com as Forças Armadas, haverá 90 mil efetivos para garantir a segurança e a tranquilidade nas votações.

As eleições são consideradas "abertas", pois não exigem filiação partidária, e todos os cidadãos podem participar. São "simultâneas" porque se realizam no mesmo dia em todo o país.

Na disputa pela Presidência da República, há uma polarização entre os que querem a reeleição do atual presidente, Mauricio Macri, e os que querem o retorno de Cristina Kirchner, desta vez como candidata a vice-presidente na chapa de Alberto Fernández.

Segundo informações do governo, o resultado deve ser divulgado ainda no domingo, antes da meia-noite. As eleições gerais estão marcadas para 27 de outubro. Se houver segundo turno, será no dia 24 de novembro. O novo governo assumirá no dia 10 de dezembro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Internacional
Greve Global pelo clima deve levar milhões às ruas nesta sexta
Internacional
Vídeo - Tanque “voa” após explosão em indústria
Internacional
Tragédia – Incêndio em escola mata 263 alunos e 2 professores
Internacional
Hacker rouba dados de toda a população do Equador
Internacional
Vídeo - De cueca, homem cai de prédio ao fugir da casa da amante
Internacional
Vaso de ouro é roubado de palácio no Reino Unido
Internacional
MS tem mais dois frigoríficos habilitados para exportar carne à China
Internacional
Vídeo - Evo Morales se perde em floresta ao combater incêndio
Internacional
Presidente do Conselho Europeu põe em dúvida acordo com Mercosul
Internacional
França se opõe a acordo de exportação UE-Mercosul devido as queimadas na Amazônia

Mais Lidas

Cidade
Mais dois radares na Afonso Pena começam a multar
Polícia
Para fazer ex-mulher sofrer, pai mata filho de 2 anos afogado em bacia
Internacional
Tragédia – Incêndio em escola mata 263 alunos e 2 professores
Polícia
Assassino de Ronaldo assume quatro homicídios da década de 80