Menu
Busca terça, 10 de dezembro de 2019
(67) 99647-9098
TJMS Dezembro-19
Internacional

Devido a maré alta, Veneza sofre pior inundação em 50 anos

Nível da água chega a quase dois metros

13 novembro 2019 - 13h16Vitória Ribeiro, com informações R7

A cidade de Veneza, na Itália, vem sofrendo os impactos do fenômeno da maré alta e na terça-feira (12) registrou quase dois metros de nível de água, na pior enchente registrada desde 1966. O nível mais alto foi de 1,87 m e foi alcançado às 22h50 (hora local), na segunda maior medida na história da cidade italiana, após o recorde de 1,94 m, alcançado em 1966.

"É um desastre. Desta vez os danos terão que ser contabilizados", disse o prefeito de Veneza, Luigi Brugnaro, depois de realizar uma inspeção no barco.

Um homem de 78 anos morreu eletrocutado dentro de casa, na ilha de Pellestrina, após a entrada da água. Os prejuízos podem ser vistos em várias partes da cidade, com gôndolas e barcos arrancados das amarras e empurrados para a costa. Três vapores, como são chamados os navios de transporte locais, afundaram e outro está à deriva.

Uma grande preocupação das autoridades é com a Basílica de San Marcos, já que o nível da água atingiu um metro e dez centímetros durante a noite e a inundou completamente, incluindo a cripta do santo. Ontem, a Basílica havia sido inundada com 70 centímetros na área de Narthex, banhando os mosaicos que formam o chão e as colunas, que acabaram de ser restauradas após a enchente de outubro de 2018.

Um dos procuradores de San Marcos, Pierpaolo Campostrini, admitiu a preocupação com a situação ao jornal local "Il Gazzettino", porque "não há sistemas de defesa quando a água está tão alta".

Todas as escolas em Veneza e nas ilhas permanecerão fechadas hoje. As áreas turísticas como a Praça de São Marcos não estão acessíveis. Houve apagões, especialmente no Lido e no Campo Santa Margherita, e a água entrou em praticamente todos os edifícios do centro, incluindo hotéis de luxo.

Segundo as previsões do Centro de Marés de Veneza, a alta continuará durante toda a semana e é esperado nesta quarta-feira um novo pico, que pode chegar a 145 centímetros.

PMCG - Cidade do Natal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Internacional
Greve deixa Paris congestionada e sem transporte público
Internacional
EUA e Talibã do Afeganistão retomam negociação de paz
Internacional
Ex-integrante do É O Tchan aparece trabalhando no Canadá
Internacional
Base Aérea Naval é fechada devido a ataque de atirador
Internacional
Hospital manda recém-nascidos para casa em meias de Natal
Internacional
Bolsonaro recebe cúpula do Mercosul
Internacional
Barco vira e mata pelo menos 57 migrantes
Internacional
Mãe é presa por matar filhos de 4 e 8 anos com coleira de cachorro
Internacional
Mãe é presa acusada de matar os dois filhos enforcados
Internacional
Autoridades dizem que piloto evitou desastre aéreo no Paraguai

Mais Lidas

Geral
Silvio Haddad lança livro sobre vinhos nesta terça
Brasil
''Forças Armadas garantem a democracia'', diz Bolsonaro
Política
Dagoberto chama manifestante de "maluco" e diz que projeto ainda não foi votado
Polícia
Fazendeiro é avisado por telefonema que sua vaca foi abatida e roubada