Menu
Busca quinta, 26 de novembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS Novembro20 Juizado de transito
Internacional

Nasa transmite pouso em asteroide ‘testemunha’ da formação do Sistema Solar

Se tiver sucesso, a missão poderia trazer a maior amostra extraterrestre desde que astronautas da missão Apollo coletaram rochas da Lua, há 50 anos

20 outubro 2020 - 15h55Brenda Assis, com informações BBC News

A Nasa tentará pousar nesta terça-feira (20) uma sonda em um asteroide, em uma missão de “engenharia complexa”, segundo a agência espacial americana.

Segundo a BBC News, a missão, em que a sonda Osiris-Rex tentará coletar amostras do asteroide Bennu, será transmitida a partir de 18h no horário de Brasília no site da agência, com aterrissagem prevista para 19h12.

Conhecido desde 1999, o Bennu contém material do início do Sistema Solar e pode ter moléculas orgânicas portadoras de carbono, ingredientes essenciais para a vida na Terra, assim como minerais contendo ou formados por água. Os pesquisadores acreditam que corpos celestes como Bennu podem ter semeado a Terra com os químicos necessários para a vida.

Por isso, a coleta de seu material tem grande importância para a comunidade científica.

Na missão desta terça-feira, deverá ser realizada uma manobra chamada TAG, sigla para “Touch-and-Go”, em que a nave rapidamente aterrissa e decola com poucos segundos de intervalo — neste caso, o necessário para coletar através de um braço mecânico uma amostra pelo menos 60 gramas, o objetivo da missão.

Se tiver sucesso, a missão poderia trazer a maior amostra extraterrestre desde que astronautas da missão Apollo coletaram rochas da Lua, há 50 anos.

A Osiris-Rex, com tamanho comparável a uma van para 15 passageiros, está orbitando Bennu desde 2018, a 200 milhões de milhas (321 milhões de quilômetros) da Terra.

Já o Bennu tem a altura do prédio Empire State, em Nova York, e tem o potencial de atingir a Terra no século 22, por volta do ano 2135. Segundo a Nasa, com uma pequena chance de 1 em 2.700. Ele possivelmente carrega materiais orgânicos, carbonatos, silicatos e água absorvida que podem ser muito úteis para investigações científicas na Terra.

Se, nesta terça-feira, a coleta falhar, a missão poderá fazer uma nova tentativa. De qualquer forma, espera-se que, pela distância, as amostras só cheguem à Terra a partir de 2023.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Internacional
Vídeo: Tubarão muda rota ao deparar com crocodilo gigante na Austrália
Internacional
Velório de Maradona acontece no palácio presidencial da Argentina
Internacional
Morre Maradona, um dos gênios do futebol
Internacional
Imagens fortes: Vídeo mostra homem sendo triturado por máquina
Internacional
China lança sonda para coletar amostras na superfície da Lua
Internacional
Vídeo - Bebê cai em trilho e sobrevive embaixo do trem em alta velocidade
Internacional
Homem espanca mulher por não achar que ela valia o "preço" do encontro
Internacional
Bebê nasce "grávida" na Colômbia
Internacional
Adolescente de 12 anos morre afogada no Rio Paraguai
Internacional
Novo vírus encontrado na Bolívia é letal entre humanos, dizem pesquisadores

Mais Lidas

Internacional
Vídeo: Tubarão muda rota ao deparar com crocodilo gigante na Austrália
Polícia
Motociclista é assassinado na Avenida Brasil em Ponta Porã
Cidade
Guarda vai garantir segurança durante as compras natalinas
Educação
Mundo Senai 2020 promove 2ª etapa nesta sexta-feira