Menu
Busca terça, 07 de abril de 2020
(67) 99647-9098
TJMS Topo
Internacional

Presidente do Santander morre vítima do coronavírus

António Vieira Monteiro estava em tratamento em Lisboa, mas faleceu nesta terça-feira

18 março 2020 - 12h52Mauro Silva, com informações do R7

O presidente do conselho de administração do Santander desde 2019, António Vieira Monteiro, de 73 anos, morreu nesta quarta-feira (18) em Portugal. Segundo informações de jornais internacionais, ele foi vítima do coronavírus, sendo a segunda no país.

Segundo informações do jornal português Expresso, Monteiro iria completar 74 anos e se tornou presidente depois de atuar como CEO da empresa entre 2012 e 2018.

Como dito pelo  Jornal Económico, o presidente do Santander foi colocado em quarentena no início deste mês após uma viagem à Itália. Ele seguia  em tratamento intensivo em um hospital da capital portuguesa Lisboa desde a semana passada.

Portugal registrou 448 casos confirmados de coronavírus, muito abaixo dos 11.178 da vizinha Espanha.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Internacional
Boris Johnson segue na UTI, mas sem uso de respirador
Internacional
Com menos casos de covid-19, China começa a voltar ao normal
Internacional
Coronavírus: China registra primeiro dia sem mortes
Internacional
Ator Jay Banedict é mais uma vítima fatal do coronavírus
Internacional
Primeiro-ministro da Irlanda volta à medicina para atuar na pandemia
Internacional
EUA são acusados de desviar equipamentos que iriam para Brasil, Alemanha e França
Internacional
Repatriados: Brasileiros vindos da Bolívia chegam a Corumbá
Geral
Mistura de arroz com feijão na mesa dos brasileiros cai 40% em 15 anos
Internacional
Cientista alemão afirma que coronavírus não passa por objetos
Internacional
Cidade da China proíbe população de comer carne de gatos e cachorros

Mais Lidas

Internacional
Boris Johnson segue na UTI, mas sem uso de respirador
Polícia
Homem é preso transportando 450 mil maços de cigarros contrabandeados
Saúde
MS receberá cloroquina para 12 municípios
Política
Maia diz que Bolsonaro não irá demitir Mandetta por que o ministro é popular