Menu
Busca segunda, 21 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Internacional

Professora bêbada é presa após ficar nua e profanar templo budista

Na Tailândia é crime insultar e ofender imagens e estátuas de Buda

13 agosto 2020 - 14h34Sarah Chaves, com informações do Extra

A turista Farah Haque, de 28 anos, causou indignação na web após ficar embriagada e tirar a roupa em um templo budista em Chiang Mai, na Tailândia.

De acordo com o "Daily Mirror", a mulher é professora de inglês do Bangladesh. Na entrada do templo, Farah tomava uma cerveja e gritava palavrão misturando inglês com tailandês na segunda-feira (10).

A polícia foi chamada e levou a bengali presa. De acordo com a mídia local, Farah chegou à Tailândia em abril como turista, e, desde então, trabalha no país como professora.

"Ela estava causando uma cena terrível", disse Somkit Phusod, tenente da polícia.

Na Tailândia, insultar e ofender imagens e estátuas de Buda é crime. Depois do episódio, fiéis "limparam" o templo, para livrá-lo da ofensa causada pela bengali desnuda. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Internacional
Vídeo - The Rock arranca portão com as mãos para não se atrasar
Internacional
Preso com cocaina em comitiva do Bolsonaro cumprirá pena na Espanha
Internacional
Mulher decepa a própria mão para receber seguro milionário
Internacional
Imagens fortes: vídeo mostra músico sendo esmagado por caminhão
Internacional
Residencial é “engolido” por plantas na China
Internacional
Peão sequestrado com ex-vice-presidente do Paraguai é libertado
Internacional
Rato desmaia após comer folhas de maconha por dois dias seguidos
Internacional
Ataque as Torres Gêmeas completa 19 anos
Internacional
Vídeo: Porto de Beirute, onde houve megaexplosão, é atingido por incêndio
Internacional
Filha de ex-vice presidente sequestrado implora pela saúde do pai

Mais Lidas

Geral
MS aumenta rigor e autuações contra queimadas já superam ano de 2019
Polícia
Queda de árvore queimada em rodovia causa acidente que deixa 12 mortos
Clima
Chuva foi pequena, mas ocorreu em 21 municípios de MS
Vídeos
AO VIVO: Acompanhe a 1ª Parada online da Cidadania e do Orgulho LGBTQIA+/MS