Menu
Busca segunda, 18 de novembro de 2019
(67) 99647-9098
Internacional

Projetos de MS estão em bienal internacional de arquitetura de Buenos Aires

Três obras do escritório Gil Carlos de Camillo Arquitetura estarão na bienal

18 outubro 2019 - 16h16Joilson Francelino, com informações da assessoria

Três obras de Mato Grosso do Sul representarão o Estado no mais importante evento de arquitetura da América Latina, a XVII Bienal Internacional de Arquitetura de Buenos Aires, que começou na terça-feira (15) e segue até o dia 26 de outubro, na capital da Argentina.

São elas, o prédio do Sebrae de Bonito, o prédio do Centro de Inovação do Sesi, na avenida Afonso Pena e o prédio da Central de Atendimento ao Cidadão. As obras são assinadas pelo escritório Gil Carlos de Camillo Arquitetura. Este ano, os curadores da Bienal decidiram convidar também arquitetos com projetos em outros estados, fora do tradicional eixo Rio-São Paulo.

Gil foi convidado por um dos co-fundadores e curadores do evento, Vicente Wissenbach. “A curadoria escolheu o Sebrae de Bonito e me pediram mais duas obras. Decidi pela Central de Atendimento ao Cidadão e o Centro de Inovação do Sesi, por que são prédios que se relacionam em sua linguagem e conceito arquitetônico”, detalha.

Seus projetos se enquadram na arquitetura contemporânea que presa pela sustentabilidade e acessibilidade. “Hoje em dia a sustentabilidade e acessibilidade são um norte indispensável na arquitetura, não tem como pensar os projetos sem levar em consideração esses dois fatores”, explica o arquiteto.

Para Gil, ser reconhecido é muito gratificante. “Estou fazendo 30 anos de carreira e participar de mais uma exposição internacional vem como um presente. Dá uma boa visibilidade, o trabalho tem um alcance maior, abre perspectivas para outras exposições e outras oportunidades profissionais, além de divulgar a arquitetura sul-mato-grossense, que é muito boa”, pontua.

Carreira

Gil Carlos de Camillo é natural de São Paulo (SP). Formou-se pela FAU-USP em 1989 e transferiu-se para Campo Grande em 1990. Trabalhou com Rubens Gil de Camillo e montou seu escritório próprio em 1993. Elabora projetos para os segmentos residencial, corporativo, institucional e urbanístico.

Entre seus principais projetos destacam-se a sede do Sebrae, em Bonito; a Casa Domingos e a Clínica Parizotto, vencedores do prêmio O Melhor da Arquitetura, edições 2010 e 2012, respectivamente;  o Fórum Eleitoral de Campo Grande, classificado para a 5ª edição da Bienal Libero-Americana de Arquitetura e Urbanismo de 2006; o edifício da Prefeitura Municipal de Campo Grande; a sede do Senar-Famasul, projeto vencedor do concurso público em 1995; e os projetos urbanísticos da Orla Ferroviária de Campo Grande e da Orla Fluvial de Corumbá.

Atualmente é membro do CMDU - Consêlho Municipal de Desenvolvimento e Urbanização de Campo Grande da PLANURB.

Seu escritório atua em qualquer localidade em sintonia com o discurso contemporâneo da arquitetura brasileira, conferindo funcionalidade, tecnologia atualizada e soluções sustentáveis a seus projetos. Conheça mais sobre o trabalho através do site www.decamillo.com.br ou pelo Instagram @gildecamillo.arq.

Bienal

Desde 1985, a capital da Argentina abriga uma das mais destacadas celebrações da cultura arquitetônica internacional, a Bienal Internacional de Arquitetura de Buenos Aires - um dos eventos mais importantes da região, pioneiro das demais Bienais do mesmo tema na América Latina.

A cada dois anos a cidade se transforma em um palco privilegiado para o diálogo sobre arquitetura, reunindo interessados e abrindo espaço para a realização de conferências com profissionais renomados mundialmente. Para a edição de 2019, a organização espera a realização de um número superior de conferências, debates e mesas redondas do que em 2017. Também conta com a participação de 15 países, a organização de 25 exposições temáticas, além de prever a presença de mais de 50 oradores e 30 mil visitantes.

Chamada de "Brasil: Outras Arquiteturas", a participação brasileira pretende apresentar projetos e trabalhos de arquitetos fora do tradicional eixo Rio-São Paulo, destacando as tendências regionais da arquitetura brasileira, normalmente pouco exibidas em mostras internacionais.

A relação dos profissionais e escritórios que estarão presentes compreende: Aleph Zero/Rosenbaum, vindos de Curitiba e São Paulo; Ricardo Monti/MOS, de Florianópolis; Meia Dois Nove, de Belém; Repsold Arquitetos, de Vitória; M2p Arquitetura e Engenharia, de Belém; O Norte­Oficina de Criação, de Recife; Traço Planejamento e Arquitetura, de Maceió; José Afonso Porto Carrero, de Cuiabá (MT); Rede Arquitetos, de Fortaleza; Marco Antonio Borsoi, de Recife; Gil Carlos de Camilo, de Campo Grande. Haverá uma homenagem especial ao arquiteto Demetre Anastassaskis (1948-2019), falecido este ano.

Imagens do Centro de Atendimento ao Cidadão e Sebrae Bonito: Eicch Sacco

Athus Ingles

Deixe seu Comentário

Leia Também

Internacional
Presidente autoproclamada disse que em breve Bolívia terá eleições
Internacional
Protestos fazem estudantes deixarem universidade em Hong Kong
Internacional
Atentado deixa 14 mortos e 33 feridos
Internacional
Estudo conclui que lítio pode reverter malefícios da radiação
Internacional
Cachorro nasce com rabo na testa
Internacional
Nos Estados Unidos, iniciam-se audiências sobre impeachment de Trump
Internacional
Evo Morales pretende voltar a Bolívia se a população pedir
Internacional
Brasil quer estreitar parceria com Índia
Internacional
Devido a maré alta, Veneza sofre pior inundação em 50 anos
Internacional
Brasil reconhece Jeanine Áñez como presidente da Bolívia

Mais Lidas

Polícia
Jovem morre fuzilado e mulher é ferida por estilhaços
Polícia
Aos 84 anos, "vovó" é presa dirigindo bêbada após sair de baile
Polícia
Jovem motociclista morre após bater em meio-fio e ser arremessado em rio
Oportunidade
Funtrab oferece 944 vagas de emprego em todo o MS