Menu
Busca quinta, 27 de janeiro de 2022
(67) 99647-9098
Governo - conta energia
Justiça

A partir de janeiro, Capital terá audiências de custódia em fins de semana e feriados

Medida deve beneficiar presos que não têm antecedentes criminais ou que tenham cometido crimes sem violência

29 novembro 2021 - 16h26Méri Oliveira, com assessoria

A partir de janeiro, após o recesso forense, as audiências de custódia devem ser realizadas também nos fins de semana e feriados na Capital, graças a edição de uma Portaria pelo juiz coordenador das audiências de custódia, Aluízio Pereira dos Santos, que foi publicada na última sexta-feira (26) no Diário da Justiça. 

Atualmente, as sessões são realizadas somente de segunda a sexta-feira, durante o expediente normal do fórum, e tem por finalidade saber se os presos em flagrante sofreram quaisquer tipos de agressões e/ou maus-tratos no momento da detenção. 

Na audiência o magistrado decide pela conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva ou substitua por uso da tornozeleira, fiança, recolhimento noturno em casa, prisão domiciliar ou concessão de liberdade provisória.

Segundo Aluízio, a medida deve beneficiar apenas presos por crimes de menor gravidade, sem violência, réus primários ou que não possuem antecedentes criminais, devendo o presídio ser reservado apenas aos mais perigosos ou que cometerem crimes graves tais como homicídio, roubo, estupro, tráfico de entorpecente, sequestro, feminicídio e outros que abalarem a sociedade.

“As audiências de custódia nos sábados, domingos e feriados constituem em mais um desafio aos Operadores do Sistema de Justiça Penal para garantir que sejam respeitados os direitos humanos dos presos conforme determina o art. 7º, item 5º, da Convenção Americana de Direitos Humanos de 1.969, prevendo que ‘toda pessoa detida deve ser apresentada a um Juiz de Direito sem demora’. Assim será aplicada a Resolução n. 213 do CNJ e art. 3º. B – 1º, do Código de Processo Penal, que determinam a apresentação dos presos no prazo de até 24 horas a um Juiz”, destacou Aluizio.

Corumba - vacinação

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Tenente é denunciada por torturar aluno durante treinamento dos bombeiros
Justiça
Com tornozeleira eletrônica, Roberto Jefferson deixa a prisão
Justiça
“Em último caso, família autoriza exumação do corpo”, diz advogado sobre suposto filho de Jamil Name
Justiça
Justiça condena homem que teve Covid e saiu de isolamento para ver jogo
Justiça
Justiça de MS tem dois novos desembargadores
Justiça
Jovens falsamente acusados de roubo são absolvidos depois de 1 mês apreendidos
Justiça
Justiça ordena que Banco do Brasil coloque trabalhadores em home-office
Justiça
STF cobra estados e o DF sobre aplicação de vacinas erradas nas crianças
Justiça
TJMS elege novo desembargador
Justiça
Ministro Barroso avalia banir o Telegram no Brasil

Mais Lidas

Polícia
Homem passa mal e morre na casa da mãe
Polícia
Irmãos matam pai a pauladas por acharem que ele matou a mãe deles
Comportamento
Murilo abre mão de bens na divisão do patrimônio de Marília, diz colunista
Polícia
Homem esfaqueado no peito pela esposa no Noroeste morre no hospital