Menu
Busca quinta, 18 de abril de 2019
(67) 99647-9098
Justiça

Condenação de ex-prefeito de Aparecida do Taboado é mantida

André Alves Ferreira foi condenado por improbidade administrativa e deve pagar multa de mais de R$ 26 mil

02 abril 2019 - 09h30Rayani Santa Cruz

Os desembargadores da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul negaram recurso do ex-prefeito de Aparecida do Taboado André Alves Ferreira, e mantiveram a sentença. Ele foi condenado por improbidade administrativa pela compra de medicamentos sem licitação em 2009 e teve os direitos políticos suspensos até 2023.

André também deve pagar multa no valor de R$ 26.058,37, sendo proibido de  contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, no prazo de cinco anos.

De acordo com os autos do processo n° 0801830-32.2013.8.12.0024, André Alves Ferreira foi prefeito em 2009 e, entre os meses de abril e agosto, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, sem a devida formalização do processo licitatório, adquiriu medicamentos no valor de R$ 104.233,50 com recursos do bloco de atenção básica.

Inconformado com a sentença, o ex- prefeito apelou em segundo grau sob o argumento de que não se beneficiou com o processo, tendo somente buscado atender a necessidade pública. Ele alegou não ter provas sobre a  incorporação a seu patrimônio.

Para o relator do processo, desembargador Fernando Mauro Moreira Marinho, é clara a intenção de fracionar a compra a fim de burlar a licitação, sendo indiscutível a conduta desonesta, já que, o apelante conhecia o dever constitucional de instaurar procedimentos licitatórios para compra de medicamentos e insumos hospitalares, autorizou a aquisição direta, ofendendo a legalidade, como bem elucidado na sentença.

Assim, o desembargador manteve a sentença de primeiro grau inalterada, ressaltando o evidente dano ao erário.

pmcg - prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Inquérito para apurar ofensas a ministros do STF é arquivado
Justiça
Tânia Borges permanece afastada do cargo
Justiça
Segunda Turma do STF vai julgar novo HC de Lula
Justiça
MP terá nova postura em investigações
Justiça
Jurado passa mal e juiz cancela julgamento de PRF que matou empresário
Justiça
Juíza proíbe governo de “retirar” radares de rodovias federais
Geral
Manifestantes dão apoio ao PRF que matou empresário
Justiça
PRF que matou homem em briga de trânsito vai a julgamento
Justiça
Os desencontros do MP
Justiça
Município deve pagar R$ 55 mil a família de jovem morto em escola

Mais Lidas

Polícia
Esposa foge com pastor levando dinheiro e carro do marido
Polícia
Vídeo mostra momento que major é assassinado
Geral
Vídeo - Em encontro sustentável, secretário de Marquinhos cai de patinete
Polícia
Mãe de Kauan pode perder guarda de mais dois filhos