Menu
Busca quinta, 27 de janeiro de 2022
(67) 99647-9098
Sebrae - Evento 50 + 50
Justiça

Defesa do falecido Jamil Name pede levantamento de sequestro de bens

Advogados também pedem devolução de objetos apreendidos

29 novembro 2021 - 15h34Méri Oliveira

A defesa de Jamil Name, já falecido, pede à justiça o levantamento de sequestro de valores bloqueados nas contas bancárias.

A alegação é de que, como a extinção de punibilidade já foi reconhecida pela Justiça, não existe motivo para que os bens continuem bloqueados. 

Os referidos valores seriam R$ 163.600,00 e € 640 apreendidos nos autos de número 0033146-58.2019.8.12.0001 (fls. 1.334/1.335), e R$ 18.250.000 e R$ 41.911,48 bloqueados nos autos n. 0024897-84.2020.8.12.0001 (fls. 5.084 e fls. 5.333). 

Além disso, a defesa pede, também, a devolução de objetos apreendidos, sendo três telefones celulares e uma fita cassete. 

O requerimento foi enviado ao Ministério Público para que o órgão se manifeste no processo.

Senar - Jan22

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Tenente é denunciada por torturar aluno durante treinamento dos bombeiros
Justiça
Com tornozeleira eletrônica, Roberto Jefferson deixa a prisão
Justiça
“Em último caso, família autoriza exumação do corpo”, diz advogado sobre suposto filho de Jamil Name
Justiça
Justiça condena homem que teve Covid e saiu de isolamento para ver jogo
Justiça
Justiça de MS tem dois novos desembargadores
Justiça
Jovens falsamente acusados de roubo são absolvidos depois de 1 mês apreendidos
Justiça
Justiça ordena que Banco do Brasil coloque trabalhadores em home-office
Justiça
STF cobra estados e o DF sobre aplicação de vacinas erradas nas crianças
Justiça
TJMS elege novo desembargador
Justiça
Ministro Barroso avalia banir o Telegram no Brasil

Mais Lidas

Polícia
Homem passa mal e morre na casa da mãe
Polícia
Irmãos matam pai a pauladas por acharem que ele matou a mãe deles
Comportamento
Murilo abre mão de bens na divisão do patrimônio de Marília, diz colunista
Polícia
Homem esfaqueado no peito pela esposa no Noroeste morre no hospital