Menu
Busca quinta, 23 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Justiça

Defesa de Name apela à Justiça para desbloqueio de mais de R$ 18 milhões

Advogados alegam que extinção de punibilidade reconhecida enseja liberação de bens e valores

15 setembro 2021 - 14h41Méri Oliveira

Advogados de Jamil Name, falecido no dia 27 de junho em Mossoró (RN), em decorrência de covid-19, pediu na Justiça, na última sexta-feira (10), o desbloqueio de R$ 18,2 milhões em bens, imóveis e valores em contas, em nome de Jamil Name, Jamil Name Filho e Jamilson Lopes Name. 

A defesa alega que, com a morte de Jamil Name, já foi reconhecida a extinção de punibilidade, de acordo com os autos do processo e que, estando esta relacionada à medida assecuratória, não há motivos para que se mantenha o bloqueio dos bens e valores relacionados.

A reportagem do JD1 Notícias tentou entrar em contato com a defesa de Jamil Name para obter mais informações, mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria. 

Entenda:

Name filho está preso há quase dois anos em consequência da operação Omertà, que o apontou com o pai, Jamil Name, já falecido, como um dos suspeitos de chefiar uma milícia envolvida com execuções em Campo Grande.

 

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Adolescentes acima de 12 anos devem portar RG ao viajar
Justiça
Ter item de cultivo de maconha para uso próprio não é crime, conclui STJ
Justiça
De hoje até sexta-feira é realizada a Semana Nacional de Conciliação
Justiça
Hospital é condenado a pagar R$ 100 mil após paciente morrer ao cair de leito
Justiça
Família terá que indenizar município em R$ 300 mil por demolição de casa histórica
Justiça
Apesar da recusa de Aras, STF autoriza investigação na Precisa a pedido da CPI
Justiça
Operação Omertà: Jamilzinho defende família e aponta dedos a policiais em oitiva
Justiça
MPF autoriza a venda de criptomoedas apreendidas em operação
Justiça
Por unanimidade, STJ nega recurso de MPF e processo de Reinaldo Azambuja será desmembrado
Justiça
Desembargadora tem aposentadoria compulsória mantida pelo CNJ

Mais Lidas

Geral
Vídeo: "Peixe de bosteiro", morador de rua engana população de Paranaíba
Polícia
Menino de 2 anos mata prima atropelada após dar partida em carro
Polícia
Funcionários da Energisa ficam sob mira de arma ao tentar podar árvores na Vila Olinda
Polícia
Operação “Dark Money” investiga desvio de R$ 23 milhões no esquema de corrupção em Maracaju