Menu
Busca quinta, 04 de março de 2021
(67) 99647-9098
Justiça

Juiz nega prisão e STJ decidirá sorte de Olarte

Recurso do ex-prefeito pede a revisão de condenação e diz que processo teria sido "vicioso"

11 fevereiro 2021 - 12h05Gabrielly Gonzalez

O juiz Fernando Chemin Cury, da 1ª Vara de Execução Penal da Capital, negou, na quarta-feira (10), a prisão imediata do ex-prefeito Gilmar Olarte (sem partido) para iniciar o cumprimento da sentença de oito anos e quatro meses. Condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, ele foi salvo porque o recurso está parado há quase três anos no Superior Tribunal de Justiça, desde 15 de junho de 2018. A prisão só deverá ocorrer com o trânsito em julgado da sentença.

A reportagem do JD1 Notícias entrou em contato com o advogado do ex-prefeito, Karlen Obeid e ele esclareceu que a decisão de 2ª instância sobre corrupção passiva se estabeleceu nulo pela defesa. “Na época em que foi denunciado ele não era mais gestor público, ele já tinha sido irregularmente afastado do seu cargo, toda esse processo deveria tramitar em 1ª instância”, pontuou.

“No entanto, o Tribunal não entendeu desta forma e acabou condenando-o na época, só que na condenação o desembargador deixou claro que ele poderia recorrer em liberdade. Ou seja, até que se transitasse em julgado essa decisão, ele poderia usar todos os recursos em liberdade”, explicou.

O advogado também esclareceu que a sentença em 2ª instância não pode mais acontecer desde o ano passado e o tribunal se antecipou na decisão, com isso, como não está em trânsito julgado ainda, Olarte pode continuar respondendo em liberdade, pois dá impossibilidade de cumprimento de sentença.

Karlen também contou que foi protocolado uma revisão criminal pedindo toda anualidade deste processo, porém também não foi aceita justamente por não ter o processo em trânsito julgado. “Já temos na mão essa revisão criminal, tendo em vista que foi um processo totalmente vicioso, não houveram essas infrações de qual a justiça o condenou e vamos recorrer até o final”, finalizou.

Peniel - amigos da pizza

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Emolumentos: Zé Teixeira se opõe a ‘super valores’
Justiça
Daltro perde no TSE que determina novas eleições para Sidrolândia
Justiça
Justiça livra Jamilson de tornozeleira
Justiça
Emolumentos de cartório voltam a causar polêmica
Justiça
OAB analisa aumento de ICMS da gasolina em MS
Justiça
Aposentadoria de Tânia, abre vaga para o MP no TJ
Justiça
Desembargador vê abusos e ilegalidades, e tranca ação contra filho de Reinaldo
Justiça
CNJ fará inspeção no TJ de MS em maio
Justiça
STJ nega habeas corpus a chefe de quadrilha que fez túnel para assaltar banco
Justiça
STF autoriza diligências no inquérito que investiga ministro da Saúde

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio