Menu
Busca quinta, 29 de julho de 2021
(67) 99647-9098
Senai - EAD_senai_graduação
Justiça

Justiça japonesa autoriza libertação de ex-presidente da Nissan

Ghosn está preso em Tóquio desde novembro de 2018

05 março 2019 - 17h56Da redação com Agência Brasil

O Tribunal Distrital de Tóquio, no Japão, autorizou a libertação do executivo franco-brasileiro Carlos Ghosn, de 64 anos, ex-presidente da Nissan. A Justiça rejeitou o recurso impetrado pelos promotores que tentaram reverter a concessão da fiança e as exigências impostas. Não foi informado quando ocorrerá a libertação.

Acusado de fraude e aplicação indevida de recursos, a fiança imposta a Ghosn é de US$ 9 milhões. Ele está proibido de deixar o Japão.

A Justiça determinou a instalação de uma câmera na entrada de sua residência, o uso de um computador no escritório de seu advogado e a utilização de celular desde que a internet bloqueada.

Ghosn foi preso em novembro do ano passado e indiciado por suspeita de fraudes e violação de instrumentos legais da empresa. A pena foi agravada pela quebra de confiança por transferir inadequadamente os fundos da Nissan.

Vai di Vinho

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Vinicius toma carreirão de cavalo e é expulso de ação contra Águas
Justiça
DJ Ivis é indiciado por lesão corporal, ameaça e injúria
Justiça
STF quer esclarecimento sobre votação do fundo eleitoral
Justiça
INSS não pode interromper auxílio-doença sem nova perícia médica
Justiça
"Balcão Virtual" atendimento judiciário na sua mão
Justiça
Empresa de MS pode ser multada em R$ 1 milhão por não contratar pessoas com deficiência
Justiça
Jairinho é denunciado pelo Ministério Público por estupro e agressões
Justiça
TJ condena Olarte e Bernal, por não licitar cemitérios
Justiça
Paulo Pedra e Igreja "Palácio de Deus" terão que reformar imóvel
Justiça
Contra 'fundão' eleitoral de R$ 5,7 bilhões, parlamentares acionam STF

Mais Lidas

Geral
Vídeo: 'Rapidinha' na cozinha da errado e casal é flagrado só no love
Geral
Com Covid, Arlindo Namour morre no Proncor
Internacional
Vídeo: jovem tenta gravar dança em guindaste, mas despenca e morre
Polícia
Investigação concluí que enfermeiro do HR estuprou paciente em fevereiro