Menu
Busca quinta, 19 de maio de 2022
(67) 99647-9098
Tjms Maio22
Justiça

Ministro Barroso avalia banir o Telegram no Brasil

Reunião com os demais ministros para discutir situação do aplicativo é uma das primeiras agendas do ministro após volta do recesso

19 janeiro 2022 - 15h29Pedro Molina

O aplicativo Telegram, que atualmente é um dos principais concorrentes do WhatsApp, está na mira do presidente do Tribunal Superior Eleitoral, o ministro Luís Roberto Barroso.

Barroso terá uma reunião com os demais ministros do órgão para discutir maneiras de como lidar com a disseminação de Fake News no aplicativo, o que pode envolver até mesmo o banimento do mesmo em território brasileiro.

Essa possível medida vem após várias tentativas falhas de contato com o aplicativo, que não tem representantes no Brasil, e com o seu diretor-executivo e criador, Pavel Durov.

O aplicativo, junto com vários outros, como o Gettr, Parler e Gab, vêm servindo de “porto-seguro” para bolsonaristas banidos de outras plataformas mais conhecidas, como o Twitter, Facebook e WhatsApp.

Mesmo com a ameaça de banimento, o Telegram ainda se manteve em silêncio, não se comunicando com a justiça eleitoral para um acordo de como lidar com a disseminação de Fake News em sua plataforma.

Energisa

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
STF anuncia parceria com TSE para programa de combate a desinformação
Justiça
Bolsonaro entra com ação na PGR contra Alexandre de Moraes
Justiça
Toffoli rejeita pedido de investigação contra Alexandre de Moraes feito por Bolsonaro
Justiça
Gabriel Monteiro vira réu na Justiça
Justiça
Três agências bancárias de Sidrolândia são autuadas pelo Procon MS
Justiça
Parque Ayrton Senna recebe Van dos Direitos da Defensoria Pública no sábado
Justiça
STF derruba ICMS do diesel praticado por estados
Justiça
Brincar com "carequinha" de funcionário pode ser assédio sexual, diz justiça
Justiça
Caso Henry Borel: Justiça adia interrogatório de Jairinho
Justiça
Senacon orienta Procons a abrirem processos contra a Apple e a Samsung

Mais Lidas

Polícia
Detento é encontrado morto em cela no presídio da Gameleira
Política
Luiz Renato é o novo secretário de Fazenda de MS
Geral
Mulher pede ajuda em bar e é socorrida com hipotermia na Capital
Interior
Furioso, marido morde e arranca parte de orelha de esposa