Menu
Busca segunda, 06 de fevereiro de 2023
(67) 99647-9098
Justiça

Monique chora durante o depoimento do caso da morte de Henry Borel

Acusada de matar o filho, Henry Borel, Monique chorou durante o depoimento e citou problemas com o ex-marido

09 fevereiro 2022 - 15h11Pedro Molina com informações do Metrópoles
Sebrae Materia

Monique Medeiros, acusada de matar o próprio filho, Henry Borel, de 4 anos, chorou durante seu depoimento durante o julgamento do caso, que está ocorrendo desde a manhã desta quarta-feira (9), no 2º Tribunal do Júri no Rio de Janeiro.

A acusada, que foi a segunda pessoa a depor no caso, chorou ao falar do filho e relembrou o fim do casamento com o pai da criança, o engenheiro Leniel Borel, e disse que ele não aceitava o fim do relacionamento, mas garantiu que eles foram “os melhores pais que Henry poderia ter”.

“O Leniel foi um bom pai, não muito presente por conta do trabalho, mas nunca levantou um dedo pro meu filho. Fomos os melhores pais que Henry poderia ter”, afirmou a acusada.

Sebrae Materia

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Caso de assédio sexual de Marquinhos ficará em sigilo
Justiça
PGR denuncia mais 152 por participações em invasão em Brasília
Justiça
Daniel Silveira tem prisão mantida
Justiça
Marcos do Val será investigado por denúncia contra Silveira e Bolsonaro
Justiça
MPF pede a prisão do apresentador Sikêra Jr. por crime de racismo
Justiça
Moraes concede liberdade provisória ao ex-chefe da PMDF
Justiça
Comarca de Aquidauana selecionará estagiários de direito
Justiça
Telegram paga multa de R$ 1,2 milhão ao STF
Justiça
Câmara convoca candidatos de concurso público
Justiça
JD1TV: Sérgio Martins assume TJ e chama pai à mesa

Mais Lidas

Polícia
JD1TV: Corpo é queimado em meio ao lixo no Santa Emília
Polícia
Queimado no Santa Emília foi "embrulhado" em sofá para ser carbonizado
Polícia
Jovem é esfaqueado e tem vísceras expostas no Itamaracá
Polícia
Esfaqueamento no Jardim Itamaracá foi motivado por ventilador roubado